Espaço Normal participa da 26ª Conferência Internacional de Redução de Danos

Maíra Gabriel, André Galdino e Luna Arouca: equipe do Espaço Normal presente na conferência

Evento foi realizado em Portugal e reuniu mais de mil profissionais de todo o mundo

Flávia Veloso

“Falamos sobre a articulação territorial como uma prática de Redução de Danos. É a partir dessa articulação que a gente consegue desenvolver uma proposta de cuidado com a população que está em situação de rua, faz uso abusivo de drogas, tem uma questão de saúde mental ou reúne duas ou mais dessas características. São pessoas que muitas vezes vivem um processo de exclusão muito profunda. Então, a gente pode cuidar dessas pessoas através da construção de redes, com criação de várias oportunidades de pertencimento desse sujeito em diferentes espaços. Por isso, a gente diz que a articulação territorial é uma prática de Redução de Danos na Maré”, resume Luna Arouca, coordenadora do Espaço Normal, os pontos levantados pela equipe da Redes da Maré na 26ª Conferência Internacional de Redução de Danos, que foi realizada de 28 de abril a 1º de maio, em Portugal.

O Espaço Normal é um projeto da Redes da Maré que tem como objetivo dar apoio a usuários de drogas através práticas de Redução de Danos (RD). A 26ª Conferência Internacional de Redução de Danos é o maior evento mundial sobre RD. Os quatro dias de conferência reuniram mais de mil profissionais da área de política de drogas para apresentações, exibição de filmes, workshops e rodas de conversa sobre o tema.

O respeito à liberdade de escolha

Luna também ressaltou a importância de apresentar em um congresso internacional o projeto desenvolvido pelo Espaço Normal, cujo campo de atuação apesar de ser em um território com uma dinâmica de violência, mostra que, ainda assim, esse tipo de trabalho pode ser feito, garantindo as práticas de desenvolvimento territorial e de direitos. “Tivemos muitas experiências e aprendizados ao participar de um congresso que reúne pessoas do mundo inteiro e mostra a diversidade de práticas de Redução de Danos a partir de diferentes realidades e desafios”, explicou a coordenadora do Espaço Normal.

Recentemente, foi aprovado pelo Senado um projeto de lei que estabelece a abstinência como objetivo do tratamento de dependentes químicos. A RD consiste em promover práticas de saúde que possam reduzir os riscos causados por uso de drogas lícitas (álcool, cigarro, remédios etc.) ou ilícitas (crack, cocaína etc.), mas permite que a pessoa continue usando as substâncias ou faça abstinência, de forma a respeitar a liberdade de escolha de cada um.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui