A leitura resiste: Biblioteca Nélida Piñon é reinaugurada em Marcílio Dias

Foto: Flavia Veloso

Após anos de crise, o projeto se reergue em um novo espaço; o evento contou com a presença de moradores e da própria escritora Nélida Piñon

Flavia Veloso

“O visionário é aquele que tem a capacidade de sonhar e não teme o sonho. E o sonho nem sempre precisa de gerar bons resultados, o importante é sonhar, é criar uma visão do mundo em que você caiba dentro e seus sonhos caibam junto.”, declarou Nélida Piñon, escritora e imortal da Academia Brasileira de Letras (ABL).

As palavras de Nélida dizem respeito a dois homens visionários, com um sonho em comum: lutar pelo direito ao conhecimento. Geraldo Oliveira e Severino Honorato, coordenadores da Biblioteca Nélida Piñon, reinauguraram a biblioteca, agora em um novo espaço, mas ainda em Marcílio Dias, no Complexo da Maré. O evento foi realizado na última sexta-feira (21), com a presença de alguns projetos da Maré, moradores, crianças e, claro, a própria Nélida Piñon, cujo nome foi incorporado pela biblioteca. 

“Foi uma luta intensa, com muitas preocupações, mas hoje a gente vê novamente esse sonho sendo realizado”, disse Geraldo Oliveira, idealizador do projeto, sobre ter superado uma etapa de grave crise financeira, que quase fez a biblioteca fechar definitivamente. O espaço é mantido com recursos próprios de Geraldo, que paga aluguel e as demais despesas. 

Uma ajuda para o recomeço

Certo dia, Geraldo recebeu uma ligação sendo convidado a participar de um programa de TV. Pensou ser trote, mas logo se deu conta de que dali poderia surgir a oportunidade de dar continuidade a seu sonho. O prêmio que recebeu no programa não foi suficiente para conseguir comprar um imóvel para a biblioteca, como Geraldo gostaria, mas deu visibilidade ao projeto, que recebeu doações de livros, estantes e em dinheiro, através de um financiamento coletivo on-line.

Geraldo ainda falou sobre a importância da persistência e de se estar conectado às pessoas: “Tudo é possível para quem crê. Temos que acreditar sempre nas pessoas, nos nossos projetos. Enquanto estamos trabalhando e buscando, outras pessoas nos ajudam e, no final, conseguimos conquistar aquilo que tanto almejamos. Não devemos desistir nunca dos nossos sonhos.”

O novo local de funcionamento da Biblioteca Nélida Piñon é na Travessa Luiz Gonzaga, 58 – Marcílio Dias (Complexo da Maré).
Ajude a biblioteca a continuar levando cultura ao Complexo da Maré: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/nao-deixe-a-unica-biblioteca-da-favela-morrer

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui