Ana Clara

Território de memórias: As historiadoras obstinadas

“Pro mundo em decomposição. Escrevo como quem manda cartas de amor”. Por Ana Clara Alves Minha avó se chama Josenita Fernandes Paiva nos documentos, inclusive na minha certidão de nascimento, mas é chamada por todos de Dona Edinha. Ultimamente eu estou chamando ela de baú de memórias, das minhas e das dela, que são paralelas […]Leia mais