Ronda Coronavírus: Brasil passa da marca de um milhão de casos confirmados de COVID-19

Dados do Consórcio de imprensa revela que Brasil passa de um milhão de casos, marca que só os Estados Unidos tinha passado

O Brasil chegou a 1 milhão de casos de coronavírus na tarde desta sexta-feira (19), mostra um boletim extra do levantamento feito pelo consórcio de veículos de imprensa a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde. No estado do Rio já são mais de 87 mil casos confirmados e 8.400 mortes. Na capital são 48.753 casos confirmados e  5.632 mortes.  De acordo com o Painel Rio Covid-19 nas Favelas, do coletivo Voz das Comunidades, o Conjunto de Favelas da Maré lidera em número de casos confirmados e de mortos pela doença. As favelas cariocas possuem mais  mais de dois mil casos e 420 mortes. 

Covid-19 na Maré

Embora elevados, os números de casos e de mortes estão subnotificados. Somente na Maré, de acordo com o Boletim de Olho no Corona, da Redes da Maré, até a última segunda feira (15/6) são 921 pessoas com suspeita ou com confirmação de Covid-19  nas 16 favelas da Maré e 96 mortes confirmadas ou suspeitas. 

Claudione Ameida tem 52 anos e é moradora da Nova Holanda. Ela relata que teve os sintomas de uma gripe forte e fez o teste duas vezes. O primeiro deu negativo e já internada, foi testada positivo. Hoje, em casa, agradece o atendimento que teve no SUS. “O tratamento foi maravilhoso, eles cuidaram muito bem de mim. Não tenho o que falar. Todo o cuidado que eles tinham era para a minha melhora.” Veja o depoimento completo no vídeo.

Claudione foi uma das vítimas da COVID-19 na Maré

Ruas movimentadas

Hoje na Vila do João, Vila dos Pinheiros e Baixa do Sapateiro, três das 16 favelas da Maré, muitos bares e restaurantes estavam cheios. Na Vila do João, a estrutura para receber a feira de roupa que tradicionalmente acontece sábado já estava montada.

Estrutura montada para a feira de roupa na Vila do João.

As igrejas católicas da Maré estão se preparando para abrir no dia 04 de julho para missas. O pedido é que o grupo de risco continue a acompanhar as celebrações pelas redes sociais e televisão. Matheus tem 19 anos e é estudante universitário e relata estar assustado com a quantidade de pessoas que estão na rua da favela Nova Holanda. “O auxílio emergencial não foi o bastante para as pessoas ficarem na rua. Estou assustado com tanta movimentação aqui, porque isso acarretará em consequências graves daqui a algumas semanas”, diz o universitário.

Matheus evita de sair de casa, mas quando foi à rua se assustou com a grande movimentação.

Campanha Maré Diz Não ao Coronavírus 

Redes da Maré segue em busca de mais doações, pois o número de famílias que precisa de ajuda aumentou muito com a pandemia do coronavírus. A ajuda será para a compra de mais 4.000 cestas básicas para famílias da Maré que estão sem nenhuma ou pouca renda.  Para ajudar só acessar. Durante o dia de hoje (19), o Consultório na Rua, projeto que oferece assistência médica a pessoas em situação de rua, recebeu 700 máscaras cirúrgicas, 180 aventais e 400 máscaras de pano da Campanha Maré Diz não ao Coronavírus.

Equipe do consultório de rua recebendo doações de máscaras no Centro de Artes da Maré

Oportunidade para comunicadores da Maré

Estão abertas as inscrições para o projeto de capacitação que dará bolsas a jovens jornalistas da Maré (formados e em formação) para realização de reportagens sobre o impacto da Covid-19 no conjunto de favelas. Saiba mais aqui:

Dicas culturais 

Na programação do Sesc, transmitida pelo YouTube e pelo Instagram, hoje tem show de Carlos Careqa com Mário Manga, amanhã (20/6) a Besta Fera de Jards Macalé e no domingo, a voz de Vanessa Moreno. Também amanhã, às 16h20, tem show da cantora e compositora Linn da Quebrada na plataforma digital do Teatro de Contêiner Mugunzá.

Nenê do Zap

Com maior movimentação de pessoas e a volta das atividades comerciais em algumas cidades, a dica do Nenê do Zap é bastante importante. Ainda é hora de ficar em casa com os nossos o máximo que a gente conseguir. Não está na hora de voltar tudo ao normal. Está na hora de tomar mais cuidado que nunca. Se cuide, cuide dos seus e vamos passar por isso juntos. Se liga na dica de hoje no Nenê do Zap.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui