Ronda Coronavírus: Final de semana de inauguração, aglomeração e multa

Aumento dos números não foi impedimento para que loja inaugurasse na Zona Oeste

O Estado do Rio registrou nas últimas 24 horas 100 mortes e 412 novos casos do novo coronavírus. Há duas semanas atrás, no dia 10 de agosto, a cidade tinha 253 novos casos e 36 mortes em 24h. Hoje, dia 24 de agosto, o estado registrou um total de quase 15,4 mil casos e mais de 211,3 mil casos da doença.

E mesmo que o aumento da média móvel de casos e mortes esteja sendo bastante notificada nos veículos de mídia, no final de semana a prefeitura multou uma loja de artigos domésticos na Taquara por promover aglomeração dentro e fora da loja durante a sua inauguração – que aconteceu durante a pandemia. “É muito importante que os empresários, os comerciantes de uma maneira em geral, tenham o cuidado neste momento de evitar aglomerações. Pedimos para que não façam grandes liquidações, inaugurações, porque tudo isso chama a atenção de muita gente, e estamos no meio de uma pandemia. Então é fundamental que cada um faça a sua parte neste momento de retomada das atividades”, destacou Flávio Graça, superintendente de Educação e Projetos da Vigilância Sanitária.

Covid-19 na Maré

Na cidade do Rio, foram registrados 397 novas pessoas com o novo coronavírus e 69 vítimas fatais, totalizando até o momento 87.164 casos confirmados e 9.316 mortes pela Covid-19. A Maré registrou nesta segunda-feira (24) 557 casos confirmados e 92 mortes, de acordo com o Painel Rio Covid-19, da prefeitura. Já o boletim De Olho no Corona! identificou na última semana 1.085 casos e 34 mortes suspeitas, mas sem confirmação.

Na última quarta-feira (19) aconteceu o lançamento do projeto Conexão Saúde – De Olho na Covid, que oferece uma série de ações de atendimento integral em saúde para os moradores da Maré, como a testagem gratuita para a Covid-19 (no Galpão Ritma) e o teleatendimento, onde acontecem consultas com médicos e psicólogos. Este projeto é feito em parceria com Fiocruz, Conselho Comunitário de Manguinhos, Dados do Bem, SAS Brasil e União Rio. Confira mais informações sobre o projeto no texto de Hélio Euclides, disponível no Maré Online.

Reforço no atendimento do Maré de Direitos

A Redes da Maré, lançou uma plataforma on-line para realizar os atendimentos sociojurídicos do Maré de Direitos e poder atender os moradores das 16 favelas de forma ágil, simultânea e remota, ainda mais com a demanda aumentada por causa da pandemia e pelas dificuldades de acesso a direitos junto a órgãos públicos. O público continua entrando em contato através da mensagem de texto, via WhatsApp, pelo número (21) 99924-6462 e será atendido pelo mesmo caminho. Também irá acontecer o acolhimento presencial às terças e quintas-feiras, entre 14h e 17h, no prédio da Redes, na Vila dos Pinheiros.

Maré em tempos de coronavírus

Assim como o boletim De Olho no Corona!, o episódio mais recente do podcast da Redes da Maré mostrou como a pandemia expõe os problemas do saneamento básico nas favelas e apresenta análises sobre o acesso à água e outras questões de saneamento que atingem favelas e periferias. Quer ouvir todos os episódios? Acesse: https://spoti.fi/2Yk5z1m. Também é possível enviar perguntas e sugestões através do e-mail podcast@redesdamare.org.br

O direito à praia

O Maré de Notícias está produzindo uma matéria sobre o direito à praia, diante das recentes alternativas apresentadas pela prefeitura do Rio como medidas de isolamento social. A equipe está recolhendo relatos para compor a reportagem. Conte a sua história! Acesse e veja como colaborar!

A Maré de Casa

A votação das fotos do projeto A Maré de Casa estão abertas e vão até quinta-feira, dia 27 de agosto! Os oito mais votados receberão um prêmio de R$ 200,00 cada. A Maré de Casa é uma publicação virtual que, em tempos de quarentena, compartilha, por meio de fotografias e textos, o que os moradores da Maré veem das suas janelas. Vote aqui!

Nenê do Zap

Por mais que os adultos sejam apressados e queiram que os seus nenês deem os seus primeiros passinhos, cada nenê tem o seu tempo de aprendizado e desenvolvimento. Quando eles começarem a se mover, é importante que os adultos preparem um espacinho para eles e fiquem atentos aos pequenos. Confira na dica de hoje.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui