Ronda Coronavírus: Maré começa a desinfecção de ruas

Ministro do STF proíbe operações policiais durante a pandemia nas favelas do Rio

O Brasil passou a Itália, um dos símbolos da pandemia antes do vírus chegar ao Brasil, e agora é o 3º país em número de mortes por coronavírus. O Ministério da Saúde continua a atrasar a liberação dos dados da Covid-19 no país, fazendo com que a imprensa tenha que fazer levantamento junto às secretarias estaduais de saúde. Nesses 101 dias de pandemia no Brasil, foram registradas 34.625 mortes provocadas pela Covid-19 e 630.708 casos confirmados da doença. No estado do Rio passamos de 63 mil casos e 6,4 mil mortes. Na capital são 35.043 casos e mais de 1.700 mortes por coronavírus. Importante ressaltar que não há testes no país em larga escala, o que faz com que esses dados não correspondam à realidade, sobretudo nas favelas e periferias.

Covid-19 na Maré

Nas favelas do Rio, segundo dados oficiais, são 1.474 casos confirmados e 362 mortes, só na Maré, são  229 casos e 65 mortes, segundo dados oficiais. Já pelo levantamento da Redes da Maré pelo boletim “De olho no Corona!”, são mais de 600 casos suspeitos nas 16 favelas da Maré. 

Neste sábado (06/06) começa a higienização nas ruas das 16 favelas da Maré com um produto importado feito com Cloreto de Benzalcônio 50%, que além de higienizar, deixa uma película de proteção nos locais, fazendo com que o produto seja eficaz por mais tempo. A Comlurb vai entrar com o potencial técnico, mão de obra e equipamentos e a Redes da Maré conseguiu por doações a compra do produto. 

Mortalidade da Maré, Alemão e Bonsucesso  

Com os dados divulgados hoje, Bonsucesso continua em 1° lugar em  incidência e mortalidade no ranking da Covid-19, entre os 162 bairros da cidade. Com 448 casos confirmados, Bonsucesso tem 2.394  casos por 100.000 habitantes. A Maré, com 229 casos, tem 176 por 100.000 habitantes e está em 153° lugar. O Complexo do Alemão, com 15 casos, tem 22 por 100.000 habitantes, e está em 160° lugar.   Já nas mortes, Bonsucesso tem 57 óbitos, portanto, 305 mortes por 100.000 habitantes. A Maré tem 65 mortes, portanto, 50 por 100.000 habitantes, e está em 116° lugar. O Complexo do Alemão, com 5 óbitos e taxa de 7 por 100.000 habitantes, está na 158ª posição. Com isso, Bonsucesso tem a maior taxa de incidência e de mortalidade da cidade.  Mas isso pode esconder a subnotificação na Maré e no Alemão.  São muitos os fatores que podem afetar esses números, o desconhecimento do CEP, ou a informação do CEPs antigos ou gerais, que são de Bonsucesso. Além do que algumas ruas da Maré já pertenceram a Bonsucesso, até pouco tempo, e os cadastros são integrados a sistemas, em que o bairro é preenchido automaticamente a partir do CEP. Além, também, de haver moradores que relatam morar em Bonsucesso para evitar discriminação. Isso pode ser gerar esse grande números de casos e mortes em Bonsucesso, o que dificulta ações do poder público já que os dados não demonstram a realidade da cidade.

*Taxa de Mortalidade é a proporção de mortos sobre o total da população. Como em percentual daria uma fração muito pequena, bem menor que 1, o mais comum é calcular sobre 100.000 (ou seja, para cada grupo de 100.000 habitantes).

Desinfecção nas ruas da Maré

Hoje o processo de desinfecção aconteceu em Marcílio Dias e continua  até o dia 20 de junho em todas as ruas das 16 comunidades do Complexo. A cada dia, a operação acontece em uma favela diferente que compõe a Maré. Amanhã (06) será a vez da Praia de Ramos e da favela Roquete Pinto; segunda-feira (08) será Parque União; terça-feira dia 09 de junho, Rubens Vaz e Nova Holanda; e na quarta, dia 10, Parque Maré.

O contato com o produto pode gerar irritação na pele e, principalmente, nos olhos, portanto é muito importante que se evite sair de casa durante a limpeza da rua, e abrir a janela. A recomendação é que se espere pelo menos uma hora antes de sair de casa. É importante não fumar ou operar qualquer tipo de aparelhos que provoquem faíscas próximo ao local de aplicação do produto

Em caso de contato indevido com o produto da desinfecção, a recomendação é seguir as seguintes orientações:

– em contato com a pele, lavar com água corrente por pelo menos 3 minutos;

– em contato com os olhos, lavar com água corrente abundante de 10 a 15 minutos, pelo menos;

– em contato com a boca, evite ingerir o produto. Caso aconteça, não provocar vômito. Apenas lave a boca com bastante água!

Caso a irritação permaneça, informar à equipe de limpeza ou a Associação de Moradores para auxílio e encaminhamento a uma unidade de saúde. Não oferecer  nada por via oral a uma pessoa que por acaso esteja inconsciente. 

Movimentação nas ruas da Maré

A Maré, como muitas favelas brasileiras, sofre com a falta de agências bancárias e com isso, as poucas possibilidades para saques estão nos caixas eletrônicos. Hoje, dia 05, a fila para caixas eletrônicos no posto da Petrobrás, na Av Brasil, Nova Holanda, uma das 16 favelas da Maré estava muito grande, apesar da recomendação do distanciamento entre pessoas. 

Fila para caixas eletrônicos no posto da Petrobrás, na Av Brasil, nova Holanda, Maré

Cássia Cristina, moradora da Baixa do Sapateiro, sente que o isolamento ainda não pegou como deveria na Maré. “Nem todo mundo respeita aqui na comunidade e isso dá um certo medo”. Ela diz que a rotina mudou um pouco na pandemia, mas que está cumprindo o isolamento e tentando continuar estudando.  

Cássia conta que tem medo porque as pessoas não respeitam o isolamento

Já Matheus Custódio, morador da Nova Holanda, sente dificuldades para estudar. “Eu tenho pouco espaço para estudar, então eu subo para o terraço para tentar ter concentração e silêncio”. Ele conta que a família vem respeitado a quarentena, mas que tem gente que não e a única forma de ajudar é aconselhar.  

Matheus vai para o terraço da casa para conseguir estudar 

Liberação de transportes intermunicipais.

O Brasil viveu uma semana de recordes de mortes diárias, e na cidade do Rio não foi diferente. Apesar disso, o governador Wilson Witzel publicou um decreto na tarde desta sexta-feira (05) determinando, a partir deste sábado, a volta do transporte intermunicipal, composto por ônibus, barcas e trem. O metrô, que tinha três estações fechadas, poderá reabrir esses acessos e permanecer operando com até 50% da capacidade do número de passageiros. Witzel suspendeu a triagem e o controle de passageiros no acesso às estações de transporte, que deverão disponibilizar álcool 70% ou produto higienizador compatível com a demanda. Tanto funcionários como passageiros deverão utilizar máscara, para prevenir o contágio pelo coronavírus. As medidas foram publicadas em edição extraordinária do Diário Oficial de hoje (05).

Proibição de operações policiais no Rio durante a pandemia

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF) proibiu na noite desta sexta-feira (05) a realização de operações policiais em comunidades do Rio durante a pandemia do novo coronavírus. Na decisão, Fachin só autorizou operações em hipóteses absolutamente excepcionais, que devem ser devidamente justificadas por escrito – com comunicação imediata ao MP-RJ. Confira o voto ministro Edson Fachin: “Ante o exposto, defiro a medida cautelar incidental pleiteada, ad refere dum do Tribunal, para determinar: (i) que, sob pena de responsabilização civil e criminal, não se realizem operações policiais em comunidades do Rio de Janeiro durante a epidemia do COVID-19, salvo em hipóteses absolutamente excepcionais, que devem ser devidamente justificadas por escrito pela autoridade competente, com a comunicação imediata ao Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro – responsável pelo controle externo da atividade policial; e (ii) que, nos casos extraordinários de realização dessas operações durante a pandemia, sejam adotados cuidados excepcionais, devidamente identificados por escrito pela autoridade competente, para não colocar em risco ainda maior população, a prestação de serviços públicos sanitários e o desempenho de atividades de ajuda humanitária.”

Prefeitura disponibiliza jogos educativos a alunos da rede municipal

A Secretaria Municipal de Educação, em parceria com o Instituto Alfa e Beto, oferecem jogos educacionais aos alunos da Rede Municipal de Ensino, que terão acesso livre a jogos digitais com foco em alfabetização. Os jogos são indicados para alunos da pré-escola até aqueles que cursam o final do primeiro segmento do ensino fundamental. Eles estão disponíveis nas lojas virtuais Google play e Apple Store e também é possível acessar pelo link.

Dicas culturais para o final de semana

A programação musical do Sesc Ao Vivo tem apresentações para o final de semana todo! Teresa Cristina se apresenta nesta sexta (05), Francis e Olivia Hime no sábado e, no domingo, é a vez de Renato Teixeira. As apresentações acontecem às 19h no YouTube so Sesc SP.

A escritora Djamila Ribeiro vai fazer no seu perfil do Instagram lives com convidados na sexta, sábado e domingo sobre questões raciais, como colorismo, intolerância religiosa e apropriação cultural. Na sexta, a live começa às 19h e sábado e domingo às 18h.

Começa nessa sexta (05) e a Mostra de cinema negro de Sergipe (EGBÉ). Para comemorar os cinco anos da mostra, os seus organizadores irão exibir até o dia 21 de junho alguns dos filmes já apresentados no evento.

Sexta-feira

A partir das 19h, a escritora Bruna Beber e a cantora Leticia Novaes, a Letrux, vão conversar hoje sobre a relação entre poesia e música no YouTube da Biblioteca Mário de Andrade. 

Marcelo D2 é a atração de hoje do programa Festa em casa, da Multishow. A partir das 20h o cantor fará a sua apresentação que será transmitida no canal fechado e em seu canal no Youtube.

Sábado

O Instituto Black Bom vai fazer nesse sábado em seu instagram, a partir das 10h o Quilombado, sequência de lives com atividades artísticas e culturais e artísticas com grandes nomes da cultura negra. Entre as atrações, o evento trará música, oficina de charme, aula de dança afro, além de conversa com atores daqui do Brasil, Cabo Verde e Gana.

A artista e escritora Grada Kilomba conversa, a partir das 11h, no Instagram da Pinacoteca de São Paulo sobre as suas Desobediências Poéticas e os recentes protestos antirracistas nos EUA e no Brasil. 

Dica do Nenê do Zap:

A dica de hoje do Nenê do Zap serve para as crianças e também para os pais: a insegurança, confira. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui