Ronda Coronavírus: Maré é a favela carioca com maior número de casos e de mortes

No final de semana que chegou-se a 50 mil mortos, houve aumento de circulação de pessoas na cidade

O Brasil ultrapassou as 50 mil mortes por Covid-19 em pouco mais de três meses após registrar sua primeira morte 17 de março. Se seguirmos nessa curva, o Brasil pode superar os Estados Unidos em número de mortes de Coronavírus no dia 29 de julho, aponta a projeção de um dos principais modelos matemáticos usados pelo governo americano para definir suas estratégias. Neste dia 29 de julho, o Brasil teria 137,5 mil mortos e os EUA, 137 mil. 

OMS fala da subnotificação no Brasil 

O  Diretor de programas de emergência da Organização Mundial de Saúde (OMS) relatou nesta segunda (22) que o Brasil está em subnotificação. Ele mencionou que a taxa de prevalência (número de indivíduos afetados pelo número total de pessoas) do coronavírus é bem parecido no mundo todo, mas que no Brasil é inferior  mesmo diante do número grande de nossa população. Ele ressalta que pela falta de testagem em massa, o Brasil certamente não tem dados que demonstrem a realidade que vivemos hoje.

Dados Covid-19

A Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro informou que são 97.572 casos confirmados e 8.933 mortes Coronavírus. Até o momento, entre os casos confirmados, 78.316 pacientes se recuperaram da doença. Na capital, passamos dos 50 mil casos confirmados (50.922) e  5.875 mortes. Só nas favelas cariocas são  2060 casos confirmados e 433 mortes. Na Maré, segundo dados oficiais, são 297 casos e 75 mortes, fazendo com que o conjunto de 16 favelas fique em primeiro no ranking em um número de mortes e número de casos de Covid-19 nas favelas cariocas. Segundo o levantamento do De Olho no Corona!, ainda há 663 casos suspeitos, que somando aos oficiais, dá pelo menos 921 pessoas com suspeita ou confirmação de coronavírus na Maré, e 96 mortes. 

Maré Diz Não ao Coronavírus 

Começou na última sexta-feira, 19, a terceira fase da Campanha Maré diz NÃO ao Coronavírus, com distribuição de cestas de alimentos e kits com produtos de higiene pessoal e de limpeza para a população das 16 favelas da Maré. Como o número de famílias que precisam dessa ajuda aumentou, a Redes da Maré está com uma campanha de arrecadação de recursos financeiros pela plataforma do Catarse. Para ajudar, é só contribuir e compartilhar essa ideia:

Solidariedade

João Batista, de 56 anos e morador da Baixa do Sapateiro, uma das 16 favelas da Maré,  buscou formas de continuar trabalhando durante a pandemia para garantir a renda da família com o seu comércio perto de casa. João também conta com a doação de alimentos e reforça a importância da ajuda ao próximo. “A gente primeiro tem que se apegar com Deus e depois com a ajuda das pessoas, porque se for esperar por esses governantes, eles não estão nem aí pela gente. O pouco que eu tenho eu estou ajudando o meu vizinho”. 

João Batista, buscou formas de continuar trabalhando durante a pandemia para garantir a renda da família

Desinfecção das ruas 

A frente Cuidados e Prevenção de Saúde da Campanha Maré Diz NÃO ao Coronavírus irá concluir até o final de junho a desinfecção das ruas, becos, vielas, travessas e praças da Maré. Assim, 100% das ruas do território terá uma película protetora que mantém pisos e paredes protegidas contra a propagação da Covid-19. Comlurb, Redes da Maré e associações de moradores estão juntas nesta iniciativa, que envolve cerca de 70 pessoas na ação, além de dois carros de som que passam no dia anterior na favela que será limpa dando orientações e cuidados para a população. Esta semana será a vez das ruas do Conjunto Pinheiro, Salsa & Merengue, Vila do João e Conjunto Esperança.

Foto: Douglas Lopes

LIVE MUSICAL

No próximo sábado, 27 de junho, às 18h, acontece a live A Esperança Equilibrista, com diversos nomes da arte, música e poesia, como Ivan Lins, Zeca Baleiro, João Bosco e outros mais. A live tem a organização da Inspirartes Cultural, em parceria com a Redes da Maré e apoio da Fenae. Um grande show que todos podem assistir sem sair de casa, através do canal do YouTube da Inspirartes Cultural e também do Facebook. Mais informações aqui. 

EDUCAÇÃO FEMININA

Atenção  meninas e mulheres estudantes moradoras da Maré, a Redes da Maré quer saber como anda o ensino durante a pandemia. O objetivo é  ajudar a melhorar a educação do território. Basta acessar o link para responder:

RESULTADO DA CHAMADA PÚBLICA

Com a pandemia de Covid-19, a Redes da Maré, organização da sociedade civil com atuação no conjunto de favelas da Maré há mais de duas décadas, lançou a Campanha Maré diz NÃO ao Coronavírus, em março de 2020, com o objetivo de apoiar moradores e moradoras da Maré. Dentre as linhas de atuação da campanha, foi feita uma chamada pública para selecionar projetos que contemplem novas formas de fazer arte, cultura e comunicação nas favelas. Confira o resultado aqui 

VOTAÇÃO ABERTA

O projeto A Maré de casa compartilha o que os moradores da Maré veem das suas janelas, por meio de fotografias e textos reunidos no ensaio. Todo mês acontece uma votação popular para escolher cinco autores que serão premiados e terão sua foto e texto em destaque na Galeria da Minha Janela. Confira as fotografias e vote aqui.  

#COLABORA NESSA MARÉ DE NOTÍCIAS

O Projeto #Colabora e o Maré de Notícias estão com inscrições abertas para profissionais de comunicação, com o objetivo de produção de conteúdos sobre o impacto da pandemia de Covid-19 no território. As inscrições vão até 30 de junho. Informações e inscrição aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui