Ronda Coronavírus: Média móvel de mortes do estado volta a subir

Cidade do Rio também apresenta aumento nos números e em 24h registrou 1.000 novos casos confirmados de Covid-19

Na semana que o estado do Rio ultrapassou a marca de 207 mil infectados e 15 mil mortes pelo novo coronavírus, os números que estavam em queda e estabilidade por 20 dias voltaram a subir, segundo dados da Secretaria de Estado de Saúde. A última alta de casos foi em 31 de julho, quando o estado passou de 13,4 mil mortes por Covid-19. Mesmo com o aumento, a Secretaria Extraordinária de Acompanhamento das Ações Governamentais Integradas da Covid-19 no Rio de Janeiro identificou que sete das nove regiões do Estado encontram-se classificadas como bandeira amarela, de risco baixo para doenças. As colorações das bandeiras e dos riscos variam de roxa (muito alto), vermelha (alto), (laranja (moderado), amarela (baixa) e verde (muito baixa).

Covid-19 nas favelas

Nesta sexta-feira (21), a cidade do Rio de Janeiro registrou 85.488 casos confirmados e 9.175 mortes pelo novo coronavírus, de acordo com o Painel Rio Covid-19, da Prefeitura. Em 24h, foram 1.000 novos casos e 48 novas mortes confirmadas na cidade. Na Maré, o painel contabilizou 551 casos e 92 mortes confirmadas. Já pela levantamento feita pelo boletim De Olho no Corona!, além dos números oficiais, a Maré tem mais 1.085 casos suspeitos e 32 mortes sem confirmação, totalizando em 1.616 casos e 124 mortes. Nas favelas do Rio, 9.675 pessoas foram contaminadas pelo vírus e 1.415 morreram em decorrência a ele.

Coronavírus e saneamento básico

As problemáticas de saneamento básico, frequentes em favelas e periferias, expõem a dificuldade em se adotar medidas de prevenção à Covid-19. Uma das formas de se evitar o vírus é higienizando bem as mãos. Entretanto, o acesso a água encanada é uma questão para esses territórios. Em abril, a equipe do boletim De Olho no Corona! recebeu 11 reclamações referentes a abastecimento de água. O Censo Maré (2013) indicou que 151 casas da Maré possuem acesso à água canalizada, além de 417 residências só possuírem água encanada na área externa. Dessa forma, a falta de saneamento básico colabora em certo grau para que os riscos de contaminação por Covid-19 aumentem. Leia mais no texto de Dani Moura disponível no site do Maré Online.

Volta às aulas no Estado

Mesmo com a média de casos e mortes do estado estando em alta – em comparação a duas semanas atrás – o governo do estado anunciou em publicação extra do Diário Oficial o retorno das aulas da redes privada e pública de ensino. O retorno, entretanto, acontecerá apenas nas regiões onde o contágio por Covid-19 for baixo. As aulas na rede privada retomarão no dia 14 de setembro e na rede pública, incluindo instituições de ensino superior – no dia 05 de outubro.

Além das aulas, o Decreto anuncia também a reabertura de espaços culturais na Baía da Ilha Grande, Baixada Litorânea, Metropolitana I, Metropolitana II, Noroeste, Norte e Serrana, regiões onde o risco de contágio é moderado. Confira o texto do Decreto aqui.

Vitória das favelas

Na última terça-feira (19) os ministros do STF votaram a favor das medidas da ADPF de Favelas. A partir de então, ficam proibidas operações policiais durante a pandemia, ações policiais utilizando helicópteros como plataforma de tiro e a realização de operações perto de hospitais e escolas. Também ficou determinado que o Ministério Público investigue as violações de direitos cometidas por policiais.

Medidas de prevenção durante Enem

O Ministério da Educação, através do Inep, lançou nesta semana um edital com protocolos a serem seguidos durante a prova presencial do Enem, marcada para os dias 17 e 24 de janeiro de 2021. Entre elas, o uso obrigatório de máscara em todos os ambientes, assim como a necessidade de apresentar documento e máscara facial para entrada. Acesse aqui para mais informações.

Dicas culturais

Começou nesta quinta-feira (20) a 6ª edição da Mostra Jazz Campinas, que tem uma programação diversa só lindo de vixi dias, terminando no dia 24 de agosto. Além das apresentações de artistas de jazz do país, o evento também conta com lives de DJs, workshops e mostra de vídeos. Confia a pregação completa no Facebook da Mostra.

O Sesc está com uma série de shows programados para este final de semana, sempre acontecendo às 19h, no canal do Youtube do Sesc. Nesta sexta-feira (21), o rapper Rappin’ Hood fará uma retrospectiva de seus sucessos começando no anos 1990 até o momento atual. No sábado a apresentação será por conta de Fernanda Abreu, cantando na live intitulada Cativeiro, onde a artista irá cantar e contar as histórias por trás de alguns de seus clássicos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui