PRA ELAS

Criado pela educadora física Raissa Lima, o projeto vem ajudando dezenas de mulheres mareenses.

Projeto Social ‘Pra Elas’ auxilia e instrui mulheres do conjunto de favelas da Maré no combate à violência doméstica e a relacionamentos tóxicos.

Dia 25 de novembro é o dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres e os dados não poderiam ser mais alarmantes.

Em 2020, mais de 105 mil denúncias de violência contra a mulher foram registradas nas plataformas do Ligue 180 e do Disque 100, as informações são do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.

Do total de registros, 72% das 75,7 mil denúncias são referentes à violência doméstica e familiar contra a mulher.

O ‘Pra Elas’, que atua nas 16 Favelas da Maré, tem o objetivo de impactar positivamente a autoestima e a vida de mulheres com mais de 25 anos.

"Temos como objetivo fazer com que as mulheres aprendam a se defender, aprendam o que é um relacionamento abusivo e se elas estão sofrendo e precisando de algo, o projeto vai estar ali, para apoiá-las,"

conta Raissa Lima, fundadora do ‘Pra Elas’.

ELAS POR ELAS

Sandra Regina Felipe, de 47 anos, é auxiliar de cozinha e participante do projeto. Ela conta que o Pra Elas salvou sua vida.

"Minha experiência foi de superação. O projeto me ajudou demais, fez eu me transformar em quem sou hoje. Estava no fundo do poço e ali, me vi acolhida,"

fala Sandrinha, como é conhecida pelas colegas

Saiba mais e acompanhe o projeto por meio da página no Instagram @ongpraelas.

pra elas

MARÉ  ONLINE