Processo seletivo para pesquisadora e psicóloga na Redes da Maré

0
3614

A Associação Redes de Desenvolvimento da Maré abre processo seletivo para os cargos de pesquisadora e psicóloga para atuar nos eixos de Desenvolvimento Territorial e Segurança Pública e Acesso à Justiça.A Redes da Maré é uma instituição que busca garantir a diversidade etnicorracial e a equidade de gênero em sua atuação. Encorajamos a candidatura de mulheres negras e/ou transgênero.

Sobre a Redes da Maré:

A Redes da Maré é uma instituição da sociedade civil fundada por pessoas envolvidas com o movimento comunitário no conjunto de favelas da Maré e, também, na cidade do Rio de Janeiro. Buscamos, através de vínculos com instituições da sociedade civil, poder público, universidades, institutos de pesquisa, órgãos e empresas públicas e privadas, produzir iniciativas de intervenção na Maré. Isso nos permite atuar como um instrumento significativo para a superação de diversos signos das violências presentes no conjunto de favelas e, ainda, contribuir para a mobilização dos moradores e outros agentes com o objetivo de construir uma agenda estruturante no campo dos direitos para o bairro Maré. Atualmente, a Redes da Maré desenvolve mais de 30 projetos na área de Educação, Arte e Cultura, Desenvolvimento Territorial, Memória e Identidade, Segurança Pública e Acesso à Justiça.

Sobre às vagas:

Vaga 1: Pesquisadora

Carga horária: 30h

Habilidades e Requisitos:

  • Curso superior completo, preferencialmente, com mestrado ou doutorado – cursando ou concluído – na área das ciências sociais e humanas;
  • Experiência na área de segurança pública e acesso à justiça;
  • Experiência em território de favelas e/ou espaços populares;
  • Capacidade de trabalho em equipe interdisciplinar;
  • Habilidade em coleta e sistematização de dados;
  • Capacidade de escrita e análise de dados;
  • Habilidade de articulação institucional com movimentos sociais e órgãos do poder público.

Principais atividades a serem realizadas:

  • Coleta e sistematização de dados sobre impacto dos confrontos armados na Maré – projeto De Olho na Maré;
  • Produzir artigos e notas sobre o contexto de segurança pública na Maré a partir de dados coletados pelo projeto De Olho na Maré;
  • Organizar publicação sobre sistematização da metodologia desenvolvida pela Redes da Maré, a partir do Eixo de Segurança Pública e Acesso à Justiça;
  • Apoiar processos formativos sobre segurança pública para moradores da Maré e tecedores da Redes da Maré;
  • Organizar publicação com narrativas de moradores e profissionais que atuam na Maré sobre Segurança Pública;
  • Incentivar frentes de pesquisa e produção de conhecimento sobre segurança pública e justiça a partir do território da Maré.

Vaga 1: Psicóloga

Carga horária: 30h

Habilidades e Requisitos:

  • Curso superior completo em psicologia;
  • Registro no conselho de psicologia;
  • Experiência na área de segurança pública, acesso à justiça, juventudes e políticas públicas;
  • Experiência com juventudes e formação de lideranças a partir de perspectivas críticas;
  • Conhecimento e experiência sobre mediação de conflitos;
  • Habilidade com supervisão de equipe.
  • Profissionais com perspectivas críticas de atuação profissional da psicologia.

Principais atividades a serem realizadas:

  • Supervisão técnica da equipe que mobiliza atividades com jovens na Maré;
  • Supervisão técnica na equipe que atua no Eixo de Segurança Pública e Acesso à Justiça;
  • Apoiar processos de formação e reflexão sobre mediação de conflitos;
  • Apoiar processo de formação para jovens lideranças.

Sobre as  inscrições:

As inscrições serão realizadas através do envio de currículo para o e-mail redesdamare@redesdamare.org.br até o dia 10 de abril de 2018. Neste mesmo e-mail, a candidata deverá enviar em outro arquivo anexo, no máximo de uma lauda, um memorial (escrito), enfatizando sua trajetória social e profissional e o porquê do interesse na vaga. A Redes da Maré não se responsabilizará por inscrições não recebidas por motivos de ordem técnica dos computadores, falhas de comunicação, bem como outros fatores que impossibilitem a transferência de dados.

Sobre as etapas da Seleção:

A seleção será realizada por uma banca definida pela Redes da Maré e terá duas etapas, a saber:


a) Leitura de material enviado por e-mail pelas candidatas;

b) Entrevista presencial na sede da Redes da Maré (Rua Sargento Silva Nunes nº 1012- Nova Holanda).

c) Para o cargo de pesquisadora, no momento da entrevista, será solicitado a elaboração de texto temático sobre segurança pública e acesso à justiça.

Sobre o cronograma:

a) Divulgação do edital e inscrição das interessadas:  03 a 10 de abril de 2019.

b) Seleção preliminar das candidatas, a partir de análise documental: 11 a 15 de abril de 2019.

c) Divulgação da primeira etapa e agendamento das entrevistas: 15 de abril de 2019.

d) Entrevistas: 16 e 18 de abril de 2019.

e) Início das atividades: 22 de abril de 2019.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui