Captação de água do Guandu é interrompida

Data:

Após queixas de água com gosto de terra Cedae interrompe o abastecimento por alta concentração de geosmina

Por Daniele Moura em 19/03/2021 às 9h30


A Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio abriu as comportas da estação de tratamento do Rio Guandu para escoar a água e tentar reduzir a quantidade geosmina. A empresa admitiu aumento da concentração de algas.

O sistema de abastecimento de água pelo rio Guandu foi interrompido na noite de ontem quinta-feira (18) e por volta das 7h45 desta hoje(19), religado. A Cedae informou que o fornecimento de água deve ser normalizado em até 72 horas e disse que interrupção é uma manobra preventiva para renovação da água da lagoa próxima à captação da estação de tratamento. A companhia abriu as comportas da estação de tratamento para escoar a água e tentar reduzir a quantidade de algas.

Há uma obra que está em processo de elaboração de edital e vai ser licitada nos próximos três meses, que segundo a Cedae, que deve dar uma solução definitiva para o problema. Sobre a falta d´água, já sentida por alguns moradores dos bairros da zona norte e oeste da cidade, a empresa disse que tem cisterna e/ou caixa d’água não deve sofrer desabastecimento. Mas, ressaltou, que áreas que estejam em locais mais altos, o abastecimento pode levar até 48h para ser normalizado.

Compartilhar notícia:

Inscreva-se

Mais notícias
Related

‘Não há uma política de reparação aos familiares e vítimas de violência do Estado’, diz Mãe de Marielle em entrevista

Além de criticar o Estado e o Judiciário, que, em diversas instâncias, colaboraram pela impunidade do crime, Marinete aproveitou para reforçar o sonho que a família tem: inaugurar, via Instituto, o Centro de Memória e Ancestralidade