Castração gratuita para o seu pet: saiba como

Data:

Cirurgia preserva cães e gatos de doenças e diminui proliferação

Por Andrezza Paulo e Hélio Euclídes

A castração não serve apenas para evitar o número maior de animais nas ruas, ela também auxilia no cuidado deles, evitando doenças. Na cidade do Rio de Janeiro, o procedimento pode ser feito de forma gratuita por meio do Programa Bicho Rio, da Secretaria Municipal de Proteção e Defesa dos Animais (SMPDA) e tem uma unidade próxima da Maré para atender o seu bichinho.

No ano passado foram realizadas 43.502 esterilizações até o mês de novembro. A operação de castração é considerada simples, com cerca de 30 minutos para as fêmeas e em torno de 15 minutos para os machos e todos os serviços da unidade são gratuitos.

Onde realizar a castração?

Unidade de Saúde Médica Veterinária de Bonsucesso, da SMPDA.
Localização: Avenida Brasil, n° 6.475, na passarela 9 (Em frente ao Stop Time)
Horário: Segunda à sexta-feira, exceto feriados, das 8h às 15h. 
Serviços: Atendimento clínico, algumas cirurgias emergenciais e castrações de cães e gatos. 

Como funciona?

Às 8h – Entrega das senhas para atendimento clínico (por ordem de chegada) e castrações agendadas presencialmente, conforme calendário de agendamento. (Veja abaixo)

Os agendamentos para julho, abrem neste mês e poderão ser feitos a partir do dia 25 para protetores cadastrados e no dia 26 para população em geral. Atenção: não é necessário levar o animal no dia do agendamento.

Documentos para agendamento

  • RG
  • CPF
  • Comprovante de residência no Município do Rio. 

Atenção! Não ocorrerá castração para animais

  • Acima de 25kg
  • Gatos abaixo de 1,5kg e Cachorros abaixo de 3,5kg
  • Cães braquicefálicos
  • Animais no Cio
  • Animais amamentando
  • Fêmeas gestantes
  • Animais com menos de quatro meses de idade.
  • Animais com mais de 7 anos de idade.

Como se cadastrar como protetor? 

Para se cadastrar como protetor voluntário de animais no Rio de Janeiro, é necessário apresentar duas fotos 3×4, cópias e originais dos documentos de identidade, CPF e comprovante de residência no nome do protetor. Há dois tipos de protetores: voluntário e de colônia. O protetor voluntário oferece lar temporário para animais encontrados na rua, enquanto o protetor de colônia cuida dos animais de uma colônia. Os cadastros aprovados são publicados no Diário Oficial do Município e o protetor recebe uma carteira de identificação válida por dois anos. Os protetores podem marcar até oito animais por semana para assistência, divididos entre machos e fêmeas. No momento não está aberta seleção para cadastramento de novos protetores. Fique atento ao site da Secretaria Municipal de Proteção e Defesa dos Animais.

Outros pontos de atendimento

O agendamento também pode ser realizados nas seguintes unidades de medicina veterinária: Parque Manuel Bandeira, no Cocotá, Ilha do Governador; Rua São Salvador, altura do Nº 1, no Flamengo; Rua Cabo Bastos Cortes s/nº, na Paciência; Rua Sidney da Silveira, Praça Guilherme da Silveira, em Bangu; Estrada do Tingui, Praça da Oiticica, em Campo Grande; Largo de Vicente de Carvalho; Praça Barão da Taquara, na Praça Seca; Rua Dois de fevereiro 711 em Engenho de Dentro e Estrada do Mato Alto, 5.620, na Fazenda Modelo, Guaratiba.

A Lei Nº 13.426, de 30 de março de 2017, determina como responsabilidade também do poder público o controle da natalidade de cães e gatos e de outras providências com tratamento prioritário aos animais pertencentes ou localizados nas comunidades de baixa renda.

Compartilhar notícia:

Inscreva-se

Mais notícias
Related

Operação da Polícia Civil é marcada por intenso tiroteio e correria em três favelas da Maré

O Maré de Notícias recebeu vídeos que mostram mães correndo e procurando se proteger dos disparos abraçadas a seus filhos por causa do horário de saída do período matutino

Atleta mareense é recebida com festa no Parque União 

A atleta do Maré Top Team Júlia Freire de 13 anos, voltou para a Maré, nesta segunda-feira (17) após conquistar duas medalhas, ouro na Guatemala e prata em El Salvador

Edital para apoiar músicos da Maré prorroga inscrições; veja como participar

Com o objetivo de profissionalizar e incentivar a produção musical no território, a 2ª edição do projeto irá fornecer uma bolsa de incentivo para os selecionados