Crivella cumprirá prisão domiciliar com uso de tornozeleira

Data:

Em menos de 24 horas, STJ decide por prisão preventiva domiciliar 

Por Edu Carvalho, em 23/12/2020, às 11h40

Editado por Andressa Cabral Botelho

Na noite de ontem, o presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Humberto Martins, decidiu pelo enquadramento em prisão domiciliar ao prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos). Crivella deixará o presídio de Benfica e terá de usar tornozeleira eletrônica.

No despacho, Martins atende ao requerimento dos advogados de Crivella, que queriam a revogação da prisão do prefeito. O presidente cita na decisão que Crivella tem 63 anos de idade, sendo considerado grupo de risco para a Covid-19. 

Fica determinado que o então prefeito informe endereço fixo para o cumprimento da prisão; não mantenha contato com terceiros, “salvo familiares próximos, profissionais da saúde e advogados devida e previamente constituídos”; entregue telefones, computadores e tablets às autoridades, além de estarem proibidas saídas de casa sem autorização. 

O prefeito foi preso no início da manhã de ontem, terça-feira (22), em uma operação da Polícia Civil e do Ministério Público do Rio. Crivella foi encaminhado à Casa de Custódia Frederico Marques, em Benfica, no início da noite, após ter a prisão preventiva confirmada em uma audiência de custódia.

Mesmo voltando para casa, sob monitoramento eletrônico, o prefeito seguirá afastado do cargo, que termina no próximo dia 31.

Compartilhar notícia:

Inscreva-se

Mais notícias
Related

Rio2C encerra encontro com representatividade mareense

Raphael Vicente, Dj Renan Valle, Geisa Lino foram alguns dos mareenses presentes no maior encontro de criatividade da América Latina