‘Observatório de Favelas cria oficina para ajudar criação de projetos culturais para edital da prefeitura do Rio’

‘Observatório de Favelas cria oficina para ajudar criação de projetos culturais para edital da prefeitura do Rio’

Secretaria Municipal de Cultura vai a Maré para mobilizar artistas e produtores periféricos interessados em edital de R$ 20 milhões

Por Observatório de Favelas, em 02/09/2021 às 07h

De acordo com a Secretaria Municipal de Cultura, até 2024, ao menos a metade do orçamento municipal da cultura será destinado a artistas do subúrbio e das favelas. Por isso, representantes da prefeitura estão percorrendo favelas e periferias da cidade realizando oficinas de elaboração de projetos e tirando dúvidas sobre o edital Foca – Fomento à Cultura Carioca. Nesta quinta-feira, dia 02, é a vez do Conjunto de Favelas da Maré. A oficina Foca no Território acontecerá a partir de 18h30 na sede do Observatório de Favelas. “Territorializar o recurso público é a nossa maior meta”, assegurou a chefe de gabinete Flávia Piana durante uma das oficinas do Foca no território realizada na Rocinha.

A oficina que acontece nesta quinta-feira, (02/09) na Maré será presencial e pretende reunir artistas e produtores culturais residentes ou com atuação na comunidade, que tenham interesse em participar no edital. Seguindo os protocolos sanitários, será disponibilizado álcool para higienização de mãos, as vagas serão limitadas a 40 pessoas, que deverão fazer inscrição prévia no formulário até dia 01/09. Só será permitida a entrada de pessoas utilizando máscara.

De acordo com o edital, serão disponibilizados R$ 20 milhões a mais de 300 propostas por toda a cidade. As inscrições para o Foca terminam dia 22 de setembro.

Ainda no âmbito do Foca, toda quarta-feira às 19h, acontece uma live para tirar dúvidas (youtube.com/cultura_rio).

Entenda o Foca – Fomento à Cultura Carioca

O edital do Foca tem duas linhas de ação, uma delas para descentralizar/democratizar o acesso por territórios. Ao todo, serão R$ 20 milhões, disponibilizados até dezembro. Informações e inscrições no site bit.ly/editalfoca.

“O Rio é o centro da produção cultural brasileira. É o início do reinício. Virão mais novidades e recursos para esta área que é tão importante para a economia da cidade. Será um renascimento. O Rio vai voltar a ter o maior orçamento da cultura do país. Vamos voltar a ser protagonistas”, garante o prefeito Eduardo Paes, sobre o programa.

Na primeira linha de incentivo, o objetivo é selecionar e apoiar financeiramente 184 propostas em 12 categorias: teatro, circo, artes visuais, arte antirracista, produções LGBTI+, artes urbana e pública, cultura popular, música, literatura, infância, dança e pesquisa & inovação. Podem participar pessoas jurídicas (com ou sem fins lucrativos), Microempreendedores Individuais (MEIs) e pessoas físicas – neste caso exclusivo para a categoria pesquisa & inovação. Os contemplados poderão ser apoiados com, no mínimo, R$ 25 mil e, no máximo, R$ 200 mil, cada.

A segunda linha fomentará as relações entre cultura e território, potencializando a cena artística em regiões populares da cidade. Serão distribuídos R$ 4 milhões a 120 projetos, em duas categorias: favelas da Zona Sul e do Centro (APs 1 e 2 ) e localidades da Zonas Norte e Oeste (APs 3, 4 e 5). Podem participar pessoas físicas ou jurídicas, incluindo MEIs, com residência e atuação cultural nestes territórios há pelo menos um ano. O valor para cada proposta selecionada vai variar entre R$ 25 mil e R$ 50 mil.

“O nome engraçado e curioso é para a gente focar na cultura. Para voltar, recomeçar. Vamos transformar”, afirma o secretário de Cultura, Marcus Faustini. “É a esperança de retomar a cultura carioca, que está muito machucada. É um recomeço da política de fomento à cultura, mesmo num cenário adverso. É um gesto importante da Prefeitura para mostrar que está atenta e quer voltar a ser protagonista nesta área.”

O edital terá uma comissão de seleção composta por 60 especialistas. A previsão de repasse do recurso é até dezembro de 2021. Os contemplados terão até um ano para executar e apresentar o projeto.

A oficina foca no território acontece nesta quinta-feira, 02/09/2021 às 18h30 no Observatório de Favelas, que fica na rua Teixeira Ribeiro, 535 Maré.

Se você encontrou um erro de ortografia, notifique-nos por favor, selecionando o texto e pressionar Ctrl + Enter.

mareonline

Artigos relacionados

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Obrigado!

Nossos editores são notificados.