Idosos da Maré mantêm a saúde com exercícios físicos

Data:

A prática de esportes contribui para a longevidade e bem-estar

Você já deve ter visto algum vídeo relacionado a exercícios físicos e bem estar nas redes sociais ou ouviu alguém prometendo começar a se exercitar na segunda-feira. Independente de ser um amante ou não da prática, é indiscutível que há unanimidade entre médicos e especialistas em saúde sobre a importância dos exercícios físicos para todos.

Um exemplo da importância das atividades físicas na vida é seu Antônio Alves, de 72 anos. Há 56 anos ele pratica esportes; começou com corrida em 1968, quando participou da Escola de Aprendiz em Vila Velha, no estado do Espírito Santo. De lá para cá, ele conta que já participou de 34 maratonas. Além disso, faz natação e yoga.

“Eu, na época, estava servindo e comecei a treinar corrida e fui tendo um bom desempenho. Aí, eu dei corda e fui seguindo!”, afirma. Seu Antônio mora na Maré há mais de 50 anos; só na Baixa do Sapateiro conta que vive há 30 anos. Ele diz que é conhecido pelos vizinhos também por correr e caminhar. Tanto sua esposa quanto os filhos também se exercitam. “Muita gente vê e se espelha, até mesmo pela idade também”, conta.

Musculação pela saúde

No Parque União (P.U) também tem vários idosos fitness. Uma delas é a dona Iraci dos Santos, de 75 anos, que mora no P.U desde 1966 e treina há três anos para cuidar da saúde. Durante oito anos, cuidou do seu marido, que estava doente, e por causa disso desenvolveu dores no ombro e problemas no nervo ciático causados por uma queda que sofreu. “Fui em vários ortopedistas, até que um amigo do meu filho disse que seria bom eu começar a malhar. Falei com o médico e ele concordou, mas disse que eu não poderia fazer sozinha. Então, comecei a treinar com o instrutor”, conta.

Dona Iraci, que malha trêz vezes por semana, é mãe de dois filhos e avó. Ela conta que os filhos a incentivam a treinar: “Se faz bem para mim, para eles também, né?” Apesar de ainda sentir dores e dificuldades para executar alguns movimentos por causa do ombro, Dona Iraci garante que os incômodos são mais moderados e ocorrem com menos frequência.

O profissional de educação física Isac Dantas, que a acompanha, destaca que um dos benefícios dos exercícios físicos na terceira idade é a recuperação da massa muscular magra, a qual protege a estrutura óssea. “Façam musculação e podem pegar peso, obviamente com um instrutor ao lado organizando seu treino. O músculo não é algo só estético, é saúde. […] A academia, eu costumo falar, é o plano de saúde mais barato que tem”, afirma.

Direito ao envelhecimento saudável

Envelhecer com qualidade de vida é um direito garantido pelo Estatuto da Pessoa Idosa. Fazem parte desse direito o acesso aos serviços de saúde e práticas esportivas. No Conjunto de Favelas da Maré, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, as sete unidades de Atenção Primária contam com o Programa Academia Carioca, cinco delas com aparelhos instalados, e duas que ainda não têm os aparelhos oferecem outras atividades físicas.

Nesses espaços, “os professores de educação física trabalham junto com profissionais de saúde”, diz a nota. Os exercícios são adaptados para as necessidades do aluno e podem ser realizados com aparelhos ou não.

A população brasileira está mais velha

Segundo o Censo Maré (2019), os moradores do território com mais de 60 anos representam 7,4% do número total de habitantes, de aproximadamente 140 mil pessoas. Embora a população idosa mareense em porcentagem seja pequena, é comum ver o quanto são ativos nos espaços de lazer e esporte no território.

De modo geral, a população brasileira está envelhecendo, e chegar à terceira idade com qualidade de vida é o objetivo. O Censo demográfico de 2022 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostra que em 2022 o total de pessoas com 65 anos ou mais no país (22.169.101) chegou a 10,9% da população, com alta de 57,4% frente a 2010, quando esse contingente era de 14.081.477, ou 7,4% da população.

Para os jovens e outros idosos, seu Antônio e dona Iraci são unânimes em afirmar que é importante fazer exercícios físicos. Isac, que também é profissional de fisioterapia, diz ainda que a musculação é para todos: “Desde criança de dez anos a idoso de 100 anos pode fazer sem problema nenhum”, conclui.

Compartilhar notícia:

Inscreva-se

Mais notícias
Related

Operação da Polícia Civil é marcada por intenso tiroteio e correria em três favelas da Maré

O Maré de Notícias recebeu vídeos que mostram mães correndo e procurando se proteger dos disparos abraçadas a seus filhos por causa do horário de saída do período matutino

Atleta mareense é recebida com festa no Parque União 

A atleta do Maré Top Team Júlia Freire de 13 anos, voltou para a Maré, nesta segunda-feira (17) após conquistar duas medalhas, ouro na Guatemala e prata em El Salvador

Edital para apoiar músicos da Maré prorroga inscrições; veja como participar

Com o objetivo de profissionalizar e incentivar a produção musical no território, a 2ª edição do projeto irá fornecer uma bolsa de incentivo para os selecionados