Mais uma moradora da Maré morre por COVID-19

Data:

Denise Rocha era diretora do Centro de Referência de Assistência Social

Morreu na noite de  ontem, 28 de abril, com suspeita de COVID- 19, Denise Rocha, moradora da Maré e diretora do Centro de Referência de Assistência Social – CRAS Nelson Mandela. O centro de referência fica em Bonsucesso mas atende aos moradores da Maré.  Moradora da Baixa do Sapateiro, uma das 16 favelas da Maré, Denise era assistente social e tem uma longa trajetória de trabalho na área social. Foi aluna do pré-vestibular do CEASM na Maré, formou-se em Serviço Social na Universidade Federal do Rio de Janeiro e atuou em diversas instituições na Maré,como CEASM e Redes da Maré, na primeira fase do projeto Nenhum a Menos, e também no  Observatório de Favelas no Programa Rotas de Fuga. Recentemente teve de lidar com fake news, após boatos no Whatsapp de que o CRAS estava distribuindo cestas de alimentos, o que causou aglomerações diárias no local. Profissional séria, competente e muito querida por todos, deixará saudades e é exemplo de luta pelos direitos dos cidadãos.

Compartilhar notícia:

Inscreva-se

Mais notícias
Related

Ativista e jornalista da Maré no G20

Do Conjunto de Favelas da Maré à conferência da 19a reunião de cúpula do G20, a trajetória de Kaya Bee, moradora da Nova Holanda é um exemplo inspirador na luta por um futuro mais justo e sustentável. Aos 27 anos, mãe, ativista climática e estudante de jornalismo, ela carrega a força e a resiliência de quem enfrenta os desafios da vida na favela com a determinação de transformar a realidade para os mareenses.