‘Medida Provisória’, filme dirigido por Lázaro Ramos, terá exibição gratuita na Maré

Cena do filme Medida Provisória com os personagens Capitu (Taís Araújo) e Antônio (Alfred Enoch) | Foto: Divulgação

‘Medida Provisória’, filme dirigido por Lázaro Ramos, terá exibição gratuita na Maré

Obra com mais de meio milhão de espectadores pelo Brasil pode ser assistida amanhã (22) no Galpão Bela Maré e no dia 30 de julho na Arena Carioca Dicró

Por Redação, em 21/07/2022 às 11h02

Após passar por “censura burocrática”, o filme Medida Provisória estreou e superou os 500 mil espectadores nos cinemas de todo o país. Nesta sexta-feira (22), a obra dirigida por Lázaro Ramos terá exibição gratuita no Galpão Bela Maré, na Nova Holanda. O Observatório de Favelas também vai promover uma sessão na Arena Carioca Dicró, na Penha, no próximo dia 30.

“Promover estas sessões gratuitas é importante pela possibilidade de democratização de uma obra cinematográfica de tanta qualidade produzida no Brasil. Além disso, o filme tem como princípio uma equipe majoritariamente de pessoas negras e de origem popular e isso representa uma oportunidade singular, de públicos de regiões periféricas e faveladas, pessoas pretas a se identificarem com o que vão se encontrar nas telas”, analisa Isabela Souza, diretora do Observatório de Favelas. 

O filme retrata uma distopia na qual o governo brasileiro estabelece uma medida provisória que obriga os cidadãos negros a ‘voltarem’ à África como uma suposta reparação para tempos de escravidão. O advogado Antônio (Alfred Enoch), sua companheira, a médica Capitu (Taís Araújo), e seu primo, o jornalista André (Seu Jorge) decidem resistir, uns confinados em suas casas, outros no Afrobunker – movimento que vai lutar pelo direito de permanecerem em seu país. Medida Provisória é uma adaptação da obra dramática, do também ator Aldri Anunciação, intitulada “Namíbia, Não!”.

Para Isabela, o momento histórico vivido atualmente acaba por gerar identificação com a trama. “Em tempos de tantos retrocessos e ameaças, sentir esperança, se encontrar, encontrar afago, na história, nos personagens, no amor, nas relações, na poesia, nas artes são elementos que garantem direitos que vêm sendo negligenciados. E para nós, do Observatório, ter a Maré e a Penha como palcos para uma experiência gratuita com este conteúdo é um marco”, diz.

Medida Provisória

Dia 22 de julho de 2022, às 16h
Local: Galpão Bela Maré
Rua Bittencourt Sampaio, 169
Entrada Franca

Dia 30 de Julho de 2022, às 17h
Local: Arena Carioca Dicró
Rua Flora Lobo, s/n – Parque Ary Barroso
Entrada Franca

Se você encontrou um erro de ortografia, notifique-nos por favor, selecionando o texto e pressionar Ctrl + Enter.

Tamyres Matos

Artigos relacionados

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Obrigado!

Nossos editores são notificados.