Moradores criam iniciativa para doação de sangue em Bonsucesso

Foto: Hélio Euclides

Moradores criam iniciativa para doação de sangue em Bonsucesso

Ação acontece nesta terça, 14, no Dia Mundial do Doador de Sangue

Por Hélio Euclides, em 14/06/2022 às 07h. Editado por Edu Carvalho

Cada mês do ano tem uma campanha que chama atenção da sociedade, sendo o mês de junho marcado por duas campanhas na área da saúde. Criadas pelo Ministério da Saúde em 2015, mobilizações correm o país em prol da doação de sangue e pela conscientização da anemia e leucemia. Ambas doenças necessitam do apoio dos doadores de sangue e medula óssea, em épocas em que há um aumento das infecções respiratórias. Para celebrar a data, neste Dia Mundial do Doador de Sangue (14/06), um grupo de mareenses se reúne para doação conjunta no Banco de Sangue Pedro Professor Clóvis Junqueira, localizado no Hospital Federal de Bonsucesso.

A mobilização começou em 2016, pela demanda de trabalho do Programa Academia Carioca da Clínica e da vontade dos frequentadores de unir forças para a mobilização. O idealizador do projeto é Leonardo Borges, profissional de educação física do Programa Academia Carioca do Centro Municipal de Saúde Vila do João e Clínica da Família Ministro Adib Jatene, na Vila dos Pinheiros. “São até três vezes aos anos, nos meses de fevereiro, junho e novembro. Levamos de 40 a 60 pessoas ao ano. A meta inicial nessa ação deste ano é 15 pessoas. A importância da doação é salvar de três a quatro pessoas, por cada bolsa de sangue. É um ato de amor ao próximo que você nem conhece”, comenta.

Borges adianta que o diferencial este ano são os brindes que cada doador vai receber, confeccionados pelas frequentadoras do grupo Artes Saúde Senhoras da Maré. Os doadores receberão um manual simbolizando uma gota de sangue de crochê, transformado em chaveiro. Essa é uma forma de incentivar o maior número de doadores a irem na ação, que apesar da proximidade, sendo possível ir a pé, tem baixa adesão dos locais, seja pelo desconhecimento do serviço ou ainda por inúmeros medos.

Segundo a Agência Senado, em 2019, foram realizadas cerca de 3,3 milhões de coletas de sangue no país. Já em 2020, foram menos de 3 milhões, uma redução de quase 10%. Para mudar esses números, uma das participantes da ação da Maré é Valdenia Machado, de 46 anos, moradora da Vila do João, que há seis anos virou doadora. “Um ato de amor com aqueles que precisam. Hoje posso dizer que perdi o medo de doar. Acho que a melhor forma incentivar as pessoas a doarem sangue e mostrar através de palestra que doar sangue não é um bicho de sete cabeças. Tinham que fazer mais campanha para mostrar que precisamos doar sempre”, diz.

“Hoje eu me orgulho de ser uma doadora. É importante procurar entender mais sobre a importância desse gesto. Em cada doação, uma pessoa doa no máximo 450 mililitros de sangue. Em tempos tão difíceis como o que estamos vivendo, a doação de sangue pode sem dúvida salvar muitas vidas e ainda ser um ato de amor! Doe sangue doe vida”. É importante conscientizar e incentivar a população sobre a importância de ser um doador, pois uma bolsa de sangue pode beneficiar até quatro pessoas em situações diversas, como em cirurgias e tratamentos de doenças crônicas.

Quem desejar fazer parte da ação de doação de sangue é só comparecer amanhã (14/06), às 8h, na Clínica da Família Ministro Adib Jatene, Avenida Bento Ribeiro Dantas, esquina com Rua do Canal, nº 2, na Vila dos Pinheiros.

Hemorio lança campanha ao Dia Mundial do Doador de Sangue

O Hemorio lança na próxima terça-feira (14/06), Dia Mundial do Doador de Sangue, a campanha Ingresso Solidário. A mobilização, que vai até 30 de junho, tem como objetivo estimular a doação de sangue para reforçar os estoques. Nesse dia, das 19h às 20h, o Monumento ao Cristo Redentor será iluminado na cor vermelha como forma de convocação internacional para a causa. Para ajudar a divulgar e alcançar ainda mais pessoas, o atleta e ex-participante do BBB 22, Pedro Scooby, foi convidado para ser embaixador oficial da campanha.

Durante os 17 dias de ação, o hemocentro vai estar em parceria com a rede de cinema Kinoplex e a Ingresso.com, que disponibilizará 100 vouchers de R$ 30 a quem comparecer ao Hemorio no dia de abertura da campanha (14). Além disso, as pessoas que forem ao Hemorio para doar sangue, inclusive os que não conseguirem por razões de saúde, também poderão levar um acompanhante aos cinemas Kinoplex gratuitamente. Todos que forem ao Hemorio doar sangue no mês de junho receberão um comprovante que dará direito a um ingresso 2×1 Kinoplex, que concederá a gratuidade ao acompanhante na compra de um ingresso tipo inteira, exclusivamente nas bilheterias do cinema, em todo o Rio de Janeiro. Outras ações também estão previstas durante o mês, entre elas, o sorteio de ingressos para festas e a distribuição de brindes aos doadores.

O deslocamento até o Hemorio não será problema durante a campanha. O hemocentro uniu forças à empresa de transporte 99, que vai oferecer descontos de até R$ 30 em corridas de ida e volta para doar sangue, e ao MetrôRio, que disponibilizou 500 passagens para todos que comparecerem ao instituto. Os cartões unitários de embarque poderão ser retirados, por ordem de chegada, ao iniciar os procedimentos para doação.

Quem pode doar na pandemia?

– É preciso ter entre 16 e 60 anos e até 69 anos caso já seja doador de sangue;

– O doador deve pesar no mínimo 50 kg;

– É necessário estar bem de saúde;

– Quem quiser doar precisa portar um documento de identidade oficial com foto;

– Não é necessário estar em jejum, apenas evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação e não ingerir bebidas alcoólicas 12 horas antes;

– Jovens com 16 e 17 anos só podem doar sangue com autorização dos pais ou responsáveis legais. Devem portar o seu documento e um documento de identidade do responsável que assinou a autorização (http://www.hemorio.rj.gov.br/html/pdf/Menor_idade.pdf).

Seguindo o perfil @hemorio é possível contar com mais detalhes e saber como doar. Também é possível receber orientações pelo Disque Sangue de segunda a sexta-feira, exceto feriados, das 7h às 17h, pelo número 0800 282 0708.

Onde fazer a doação de sangue?

Hemorio: Rua Frei Caneca, 8, Centro. Horário de funcionamento: todos os dias (inclusive feriados e fins de semana), das 7h às 18h. Informações: 0800-282-0708.

Santa Casa da Misericórdia: Rua Santa Luzia, 206, Centro. Horário de funcionamento: de segunda a sexta, das 7h30 às 16h. Informações: 2220-7332 / 99468-8972.

Instituto Nacional do Câncer (INCA): Praça Cruz Vermelha, 23, 2º andar, Centro. Horário de funcionamento: de segunda a sexta, das 7h30 às 14h30. Aos sábados, das 8h às 12h. Informações: 3207-1021 e 3207-1580.

Hospital Universitário Clementino Fraga Filho: Avenida Brigadeiro Trompowsky, s/nº, 3º andar, Cidade Universitária. Horário de funcionamento: de segunda a sexta, entre 8h e 13h30. Informações: 3938-2305 ou pelo e-mail: hemoter@hucff.ufrj.br.

Hospital Federal de Bonsucesso: Avenida Londres, 616, no térreo do Prédio Quatro. Horário de funcionamento: de segunda a sexta, das 7h30 às 12h. Informações: 3977-9576.

Hospital Universitário Pedro Ernesto (HUPE): Avenida Boulevard 28 de setembro, 109, Maracanã (Prédio Anexo). Horário de funcionamento: de segunda a sexta, das 8h às 15h (exceto feriados). Informações: 2868-8134 e 2868-8470 ou pelo e-mail: doesanguehupe@gmail.com.

Se você encontrou um erro de ortografia, notifique-nos por favor, selecionando o texto e pressionar Ctrl + Enter.

Hélio Euclides

Artigos relacionados

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Obrigado!

Nossos editores são notificados.