Para além da sala de aula: a arte como apoio da educação

Data:

Parceria com o coral do ‘Instituto Sabendo Mais’ garante às crianças mareenses o contato com a arte da música e do canto

Ana Lourdes Grossi(*)

Arte e música para as crianças da Maré: na Escola Municipal Escritor Lêdo Ivo, localizada no antigo Sesi, de frente para o Conjunto Bento Ribeiro Dantas, uma das 16 favelas da Maré, os alunos aprendem mais do que conteúdos didáticos escolares. A parceria com o coral do Instituto Sabendo Mais garante às crianças, de seis à dez anos, o contato com a arte da música e do canto. A organização, que não possui fins lucrativos, tem como objetivo proporcionar atividades culturais e educacionais em áreas de vulnerabilidade social. Eles completam as aulas de música já ofertadas pela prefeitura na Lêdo Ivo e ensaiam o grupo de aproximadamente 30 estudantes, participantes do coral. 

O Coral

Para mostrar o que foi aprendido durante o ano, o Coral Sabendo Mais/Lêdo Ivo realiza apresentações para os familiares. A participação e dedicação deles, segundo a diretora da escola, Marisa Barros, é notável. “É um momento de protagonismo e de expectativa de alguma coisa legal que vai vir. Então os pais participam muito, se comprometem.” 

O colégio possui turmas do primeiro ao terceiro ano do Ensino Fundamental. Por isso, o acompanhamento do coral com esses alunos dura em média três anos. Alguns, mesmo depois de saírem da escola, seguem participando do coral oficial da Sabendo Mais. O ex-aluno João Carlos da Silva Souza é um desses exemplos. O menino, que saiu da escola há quatro anos, protagonizou o espetáculo “O Pequeno Príncipe”, que teve sua estreia no Teatro Cidade das Artes.

Leia Mais:

Parceria para “Saber Mais”

O Instituto Sabendo Mais atua em outras áreas além da música. A organização desenvolve projetos culturais, esportivos e educacionais. São nove no total. Variam entre dança, canto, judô, alfabetização e preparo para concursos. Atendem 40 escolas, alcançando 10.200 pessoas da região da Maré e adjacências. Agora com nove anos de história, recebem apoio de instituições privadas e públicas como da Universidade Federal do Rio de Janeiro, da Prefeitura do Rio de Janeiro e da Foreducation, da Google. 

Para saber mais:

Instituto Sabendo Mais
@institutosabendomais 
Endereço: Bonsucesso, R. Praia de Inhaúma, 200 – Maré

*Ana Lourdes Grossi é aluna do Curso de Extensão da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) em parceria com o Maré de Notícias e o Conexão UFRJ.

Compartilhar notícia:

Inscreva-se

Mais notícias
Related

Política de segurança pública do Estado não garante direitos para todos

Primeiro dia do II Congresso Falando Sobre Segurança Pública na Maré pauta a violência histórica sofrida pelas pessoas negras e de favelas como resultado das políticas de segurança pública do Rio.

Jovens negros e de favelas na COP28

Kamila Camillo, fotógrafa popular, ativista social e comunicadora, moradora da Maré; Raull Santiago, ativista social do CPX do Alemão e confundador do Coletivo Papo Reto; Thuane Nascimento, diretora executiva do PerifaConnection e Gabriela Santos, geógrafa e ativista social do CPX do Alemão estão na COP28.

Semana dos Direitos Humanos da Maré tem diálogo com crianças e adolescentes

Crianças e adolescentes mareenses se reúnem para troca de experiências e reflexões sobre segurança pública

Série “Amar É Para Os Fortes” será exibida gratuitamente na Maré

Série sobre violência das operações policiais em favelas será exibida na Maré nesta quarta (05)