Prédio desaba em Rio das Pedras

Prédio de quatro andares desaba em Rio das Pedras, na Zona Oeste do Rio, e deixa várias pessoas feridas Divulgação

Prédio desaba em Rio das Pedras

Por Anderson Justino, Gustavo Ribeiro e Yuri Eiras, O Dia – em 03/06/2021 às 11h40

Um prédio de quatro andares habitado por pessoas da mesma família desabou na madrugada desta quinta-feira (3) em Rio das Pedras, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Uma criança de 2 anos morreu, pelo menos quatro pessoas ficaram feridas e foram levadas a hospitais e um homem continua soterrado.  De acordo com informações oficiais da Prefeitura do Rio e do Corpo de Bombeiros, inicialmente três pessoas foram socorridas. Pai, mãe e uma menina de 2 anos ficaram soterrados. Por volta das 10h25, o Corpo de Bombeiros confirmou a morte de Maitê, retirada sem vida dos escombros. 

A construção era irregular.A mulher, identificada como Kiara Abreu,de 26 anos, foi socorrida por volta das 9h20, seis horas após o acidente. Segundo os bombeiros, Kiara foi resgatada lúcida, com trauma nos membros inferiores. Ela foi encaminhada ao Hospital Miguel Couto, na Gávea, Zona Sul do Rio. A vítima foi internada na sala de traumas da unidade e precisou ser sedada. Até as 10h30, o homem, identificado como Natan Souza Gomes, com idade de aproximadamente 30 anos, continuava soterrado.

O resgate é feito com o auxilio de cães farejadores. O homem soterrado é marido de Kiara e o casal é pai e mãe de Maitê, que morreu no acidente.

Por conta do desabamento, centenas de moradores estão sem energia elétrica. Pelo menos três ruas que dão acesso à Rua das Uvas, onde fica a construção, estão interditadas. 

“É uma tragédia. A gente está trabalhando para ajudar e socorrer as pessoas. Uma vítima está conversando com os socorristas e dando detalhes de onde estariam outras duas”, disse Laura Carneiro, secretária municipal de Assistência Social.Homens do Corpo de Bombeiros de três quartéis, Barra da Tijuca, Alto da Boa Vista e Jacarepaguá, trabalham no local para localizar vítimas. Desde o início da manhã, eles conversavam com Kiara, que estava debaixo de uma placa de concreto. 

“Ela (mulher) está passado informações de possível localização onde estão um homem e uma criança. É um local de difícil acesso e de risco para todos”, explicou o coronel Leandro Monteiro, chefe do Corpo de Bombeiros, antes de a mulher ser resgatada. Seis ambulâncias do Corpo de Bombeiros estão no local para atender a população. Uma aeronave auxilia o trabalho dos socorristas.  

A Prefeitura do Rio trabalha no local com a Defesa Civil e equipes da Secretaria de Assistência Social e Guarda Municipal. Por voltas das 8h o prefeito Eduardo Paes chegou no local. As causas do acidente ainda não foram confirmadas.

CONSTRUÇÃO IRREGULAR

A Secretaria Municipal de Habitação (SMH) confirmou que o imóvel que desabou em Rio das Pedras, na madrugada desta quinta, era irregular. A equipe da SMH está no local para prestar o atendimento necessário às famílias. Mais cedo, a subprefeita da Zona Oeste, Thalita Galhardo, afirmou que a maioria dos prédios da região não tem licença da prefeitura.”Eu tenho feito muitas vistorias de ocupações irregulares, prédios condenados pela Defesa Civil. Realmente o entorno ali tem muita ocupação irregular. É uma coisa muito difícil você tirar morador, mas infelizmente as construções aqui não tem legalidade e acaba acontecendo este tipo de acidente”, afirmou a representante municipal.

A Defesa Civil vai avaliar os riscos de novos desabamentos. ” Os técnicos avaliam os danos que foram causados em outras 4 edificações (uma do lado direito e três a frente) e se haverá necessidade de outras interdições”.A 32ª DP (Taquara) abriu um inquérito para investigar o caso. A Polícia Civil aguarda o resgate das vítimas para periciar o local. 

FERIDOS NO LOURENÇO JORGE
De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, os três feridos socorridos inicialmente foram levados para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca. As vítimas são duas irmãs e o marido de uma delas. Eles sofreram ferimentos leves. São eles: Jonas Rodrigues de Souza, 29 anos; Antonia Tatiana Leonardo de Souza, 38 anos; e Nataniela de Souza Bras, 28 anos. Jonas e Antonia receberam alta ainda pela manhã. Até as 10h30, Nataniela continuava no hospital recebendo cuidados médicos e seu estado de saúde era estável.

Não há detalhes de quantas pessoas estavam dentro do prédio. 

MUZEMA DEIXOU 24 MORTOS

Em 2019, o desabamento de dois prédios na comunidade da Muzema, vizinha a Rio das Pedras, deixou 24 mortes. Os imóveis caíram depois de intensos dias de chuva.Na ocasião, a Prefeitura do Rio disse que os prédios foram construídos de maneira ilegal pela milícia.

Edu Carvalho

Artigos relacionados

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *