Série gravada na Maré que aborda educação antirracista conta com pré-estreia na Lona Cultural

Foto: Matheus Affonso

Série gravada na Maré que aborda educação antirracista conta com pré-estreia na Lona Cultural

A série é composta por quatro episódios e aborda a importância da educação antirracista no Brasil

Por Samara Oliveira, em 11/04/2022 às 07h. Editado por Edu Carvalho

As favelas da Maré foram palcos de uma produção audiovisual inédita que aborda a importância da educação antirracista no Brasil. Além disso, a Lona Cultural Hebert Vianna, localizada no território, pôde contar com a pré-estreia da série na última quarta-feira (6/4). “Seta – Caminhos Possíveis: por uma educação antirracista”, conta com depoimentos de moradores das Favelas da Maré, Quilombo Rio dos Macacos, em Salvador, e do Parque das Tribos, em Manaus.

Personalidades como Rodrigo Maré, Pamela Carvalho, Lucas Buda, Nizaj e Helena Edir são figuras que representam a Maré na produção.

“Eu vim de um tempo que o racismo era velado, nós éramos discriminados mas ninguém falava sobre isso. Ninguém falava que era por causa da minha cor, por causa do meu cabelo e por ser quem sou. Poder participar desse filme e falar sobre isso é sobre dar voz para as crianças e a juventude negra da Maré”, diz Helena Edir, diretora da Redes da Maré desde a década de 80.

A série é composta por quatro episódios e aborda a importância da educação antirracista no Brasil a partir das perspectivas indígena, quilombola e periférica. O trabalho audiovisual também apresenta uma análise de especialistas sobre o tema no Brasil.

“Feliz de estar viva para poder ver essa virada onde a gente fala de racismo. É bom saber que eu tô indo, mas que tem muita gente ficando pra lutar pelos nossos direitos”, reafirma a diretora da Redes.

A produção do projeto Sistema de Educação por uma Transformação Antirracista (Seta) é uma parceria com a Fundação Roberto Marinho e o Canal Futura. Os episódios estarão disponíveis no Globoplay e no Canal Futura a partir deste mês, em data ainda a ser divulgada.

Se você encontrou um erro de ortografia, notifique-nos por favor, selecionando o texto e pressionar Ctrl + Enter.

Edu Carvalho

Artigos relacionados

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Obrigado!

Nossos editores são notificados.