Vacinação contra a gripe é prorrogada até dia 15 para grupos prioritários

Data:

Doses excedentes serão liberadas para a população em geral a partir da segunda quinzena de junho

Thaynara Santos

Seguindo orientação da Secretaria Estadual de Saúde para os municípios que ainda não atingiram a meta da Campanha de Vacinação contra a Influenza, a Secretaria Municipal de Saúde prorrogou até o dia 15 de junho a vacinação exclusiva dos grupos prioritários. Até o momento, 80,8% da população alvo da ação foram imunizadas na cidade, restando ainda a receberem a dose pouco mais de 249 mil pessoas entre aquelas mais vulneráveis às complicações da gripe. Somente na segunda quinzena do mês as doses excedentes serão liberadas para a população em geral.

Até o dia 15 de junho, a vacina contra a gripe se mantém exclusiva para idosos, crianças de seis meses a 6 anos incompletos, gestantes, mulheres até 45 dias após o parto (é preciso apresentar comprovação), trabalhadores de saúde, portadores de doenças crônicas e professores da rede regular de ensino, além de portadores de doenças crônicas (necessária apresentação de prescrição médica com a indicação ou algum documento que comprove a condição crônica da doença). A meta corresponde a 1,8 milhão de pessoa – 90% da população alvo.

Na última quinta-feira (27) ocorreu o dia de intensificação da Campanha de Vacinação contra a Influenza.  A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) abriu postos extras para imunizar a população nesta semana ocorreram diversas ações por toda a cidade. 

*Com informações da Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro

Compartilhar notícia:

Inscreva-se

Mais notícias
Related

Entenda o Projeto de Lei que equipara aborto em casos de estupro a homicídio 

O Projeto de Lei 1904/2024, chamado de “PL da Gravidez Infantil” ou “PL do Aborto”, equipara o aborto após a 22ª semana de gestação ao crime de homicídio, criminalizando mulheres e profissionais de saúde envolvidos no procedimento.

Operação da Polícia Civil é marcada por intenso tiroteio e correria em três favelas da Maré

O Maré de Notícias recebeu vídeos que mostram mães correndo e procurando se proteger dos disparos abraçadas a seus filhos por causa do horário de saída do período matutino