Ação promove atividades saudáveis e de bem estar na Maré

Data:

Evento priorizou a vacinação dos moradores, atividades de alimentação saudável e corporal para adultos e crianças

No último sábado (13), o Eixo Direito à Saúde da Redes da Maré marcou presença na Vila do Pinheiro para o evento “Saúde na Rua”. 

A ação, que teve o apoio da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro e Fundação Tide Setúbal, ofereceu diversas atividades para a população da mareense. 

A programação contou com aulas do Yoga Maré, Oficinas de Grãos Germinados, promoção de alimentação saudável através de uma demonstração e conversa sobre a melhoria do uso de alimentos e oficina de plantas medicinais. Para a criançada, foi ofertada oficina de dança criativa e contação de histórias. 

O evento tem como objetivo estar mais presente na rua, perto dos moradores e promover saúde para além dos equipamentos encontrados na Maré. Luna Arouca, coordenadora do eixo fala sobre o encontro: “A ideia é estar disponível para a população todos os serviços, tanto das unidades de saúde, como a vacinação e saúde bucal, quanto às atividades que a Redes promove como as atividades de alimentação saudável, de saúde mental através do Yoga, de horta e nossos projetos como o Vacina Maré e o Espaço Normal”, comenta.

|Já leu essas?

E para Pedro Amazonas, de 58 anos, o objetivo do evento foi alcançado: “Me vacinei hoje e é muito importante ter um evento assim. Às vezes a pessoa não procura (os equipamentos de saúde), mas tendo atividades e informações, as pessoas podem participar aqui”, conta. 

Outro ponto abordado pelos moradores presentes foi a diversidade de atividades que os levaram a perceber que a saúde é ampla e pode ser praticada em campos distintos. Elsa Cristina da Silveira, 65 anos, conta que as atividades de yoga mudaram sua vida: “Eu tinha um monte de problemas de saúde, de dores e comecei a frequentar o Yoga da Maré e foi uma maravilha! Fiz o curso, me formei em professora, já posso dar aula de Yoga e esse evento mostra que a saúde está presente em tudo. Praticando exercício, na alimentação… e tem tudo isso aqui hoje”, diz.

Essa foi a primeira edição do evento e aconteceu no Ciep Ministro Gustavo Capanema na Vila do Pinheiro, uma das 16 favelas da Maré: 

“É uma forma de se aproximar mais da população para que ela possa conhecer as atividades que a gente realiza”, reforça Luna. 

Compartilhar notícia:

Inscreva-se

Mais notícias
Related

EDI na Maré se destaca por acolhimento na primeira infância

O Espaço de Desenvolvimento Infantil (EDI) Profª Kelita Faria de Paula, localizado no Conjunto Bento Ribeiro Dantas se tornou uma referência ao falarmos de “lugar de escuta”

Clube de Futebol faz ‘vakinha’ para disputar torneio em São Paulo

No ano passado, com ajuda dos pais dos atletas, o clube disputou a Taça São Paulo na categoria sub 15, este ano o pensamento do clube é participar também na categorias sub 17