Animador cultural leva magia do cinema para as ruas da Maré

Data:

Em todas as sessões de cinema realizadas, a escolha do filme fica por conta das crianças, dentro do catálogo supervisionado por Bhega

Maiara Carvalho*

Nascido e criado na Maré, Bhega Silva, de 65 anos, é o idealizador do projeto Cineminha no Beco, que desde 2012 aguça a magia do cinema dentro do coração das crianças da comunidade. Com direito a pipoca e refrigerante, as sessões são sempre transformadoras para as crianças, que além do filme, também assistem Bhega falar sobre a importância de preservar o meio ambiente.

Músico, compositor e animador cultural, Bhega também trabalhava fazendo publicidade para o comércio e ONGs locais, e conta que a semente foi plantada durante um dia de serviço: “Eu fazia muita publicidade do antigo Cinepop e as crianças adoravam. Um dia, um menino me perguntou sobre o cinema, mas não estava mais funcionando. Falei pra ele que um dia, quem sabe, a gente teria nosso próprio cinema.”. Muito sensibilizado com o questionamento do menino, ele colocou seu plano em prática. Com dinheiro arrecadado em coletas e vendas de óleo de cozinha usado, Bhega comprou um DVD e ganhou de presente o projetor. Usando sua caixa de som de trabalho, conseguiu realizar sua primeira sessão de cinema há mais de dez anos.

Meio ambiente: sempre em cartaz! 

A Praia de Ramos sempre foi uma paixão de Bhega, que morou boa parte da sua vida por lá. Relembrar os tempos em que a praia não era poluída e que o banho naquelas águas eram possíveis, fez com que ele se mobilizasse para poder mudar a relação dos moradores com o descarte de lixo e outros poluentes, à começar pelo público infantil.

| Já leu essas?

Em todas as sessões realizadas, a escolha do filme fica por conta das crianças, dentro do catálogo supervisionado por Bhega. No entanto, o que não pode faltar são conversas sobre como podemos melhorar o mundo, e é claro, nosso território. Cantigas autorais também fazem parte da programação!

O projeto ainda é financiado, principalmente, pela venda de óleos usados arrecadados por moradores, o que evita a contaminação dos rios através do descarte incorreto. Recentemente, Bhega começou uma nova campanha de coleta de tampas de garrafa plástica e lacres de alumínio. Em parceria com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o material doado é revertido em cadeira de rodas, que possibilita a participação de pessoas com deficiência e/ou baixa mobilidade às sessões de cinema itinerante. 

Arte da mobilização 

De lá pra cá, o Cineminha no Beco já conquistou diversos reconhecimentos pelos seus feitos. Em 2015 ganhou o Prêmio Extraordinários na categoria Cultura, e no ano seguinte foi surpreendido pela presença de Xuxa Meneghel em uma das suas sessões de cinema na rua, que o presenteou com uma tuque-tuque (mototriciclo), usada até os dias de hoje.

Para Bhega, realizar o contato de crianças à sétima arte é tornar visível um mundo de possibilidades. “As vezes eu tô cansado, mas quando acende a luz do projetor, e eles começam a chegar… o cansaço vai embora. Tem criança aqui que nunca entrou numa sala de cinema “, diz o músico.

Qual o valor dos ingressos? 

Bhega Silva, animador cultural

Para participar das sessões basta trazer sua alegria e a vontade de formar um espaço de aprendizado harmonioso. Os ingressos sempre esgotam rápido e o segredo de tanto sucesso é o amor: “Quando me perguntam em como começar um projeto assim igual o Cineminha, eu digo: ‘se você fizer o seu trabalho com amor, pode ter certeza que vai decolar. Não é notebook, projetor, nem nada. É o amor.’ ”

O Instagram @cineminhanobeco é o principal portal de atualizações para acompanhar quando e onde vão acontecer as sessões do cinema itinerante, também é por lá o melhor contato para quem quiser contribuir com o projeto. O Cineminha também conta com ecopontos (listados abaixo) espalhados por toda a Maré, onde é possível doar o óleo de cozinha usado. Bhega informa que qualquer quantidade é bem vinda, o mais importante é o descarte feito de forma ideal, e a felicidade do seu público. 

Ecopontos de coleta de óleo usado e tampas de plástico e alumínio:

Rua Rio Preto, n° 05 – Parque União
Lan House do Marquinho: Rua Gerson Ferreira, n° 10 – Praia de Ramos
Ótica do Povo: Rua Gerson Ferreira, n° 38 – Praia de Ramos 
Vila Olímpica Seu Amaro – Nova Maré
Ou entrar em contato pelo número (21) 99206-5867

(*) Maiara Carvalho é estudante de Rádio e TV da Universidade Federal do Rio de Janeiro e faz parte do projeto de Extensão Conexão UFRJ com o Maré de Notícias.

Compartilhar notícia:

Inscreva-se

Mais notícias
Related

EDI na Maré se destaca por acolhimento na primeira infância

O Espaço de Desenvolvimento Infantil (EDI) Profª Kelita Faria de Paula, localizado no Conjunto Bento Ribeiro Dantas se tornou uma referência ao falarmos de “lugar de escuta”