COE realiza operação policial na Maré

Data:

Motivação teria sido o sequestro de um PM; moradores denunciam violações de direitos e execução de um suspeito

Mais um dia de tensão e medo na Maré. Unidades do Comando de Operações Especiais da PM (COE) realizaram, no início da tarde desta terça-feira (23), uma operação policial nas favelas Morro do Timbau, Vila dos Pinheiros e Baixa do Sapateiro. Policiais do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e do Grupamento Aeromóvel (GAM) foram os responsáveis pela ação.

Moradores relataram que a ação teve início por volta das 13h30 e durou cerca de seis horas. A equipe do Maré de Direitos recebeu denúncias de pessoas feridas, veículos depredados, danos ao patrimônio e invasão de domicílio. As denúncias foram feita pelo número de WhatsApp (21) 99924-6462. Também há relatos que duas pessoas foram executadas. Uma delas foi supostamente assassinada a facadas por agentes da Polícia Militar dentro da casa de um morador. Devido aos confrontos, a equipe do Eixo de Direito a Segurança Pública e Acesso à Justiça não pôde ir aos locais das supostas violações para confirmar as denúncias.

Versão da Polícia

A Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado da Polícia Militar afirma que duas pessoas foram atingidas, socorridas e levadas ao Hospital Geral de Bonsucesso (HBG). Ainda de acordo com a assessoria da PM, a operação policial ocorreu após um PM ter sido sequestrado na Linha Vermelha e trazido para o conjunto de favelas da Maré. Também informaram que policial foi localizado ileso e a ocorrência foi encaminhada para a 21° DP (Bonsucesso). Foram apreendidas armas e drogas.

Moradores mais uma vez foram penalizados

Moradores que vivem na localidade relataram que o atendimento na Clínica da Família Adib Jatene, na Vila dos Pinheiros, ficou comprometido por conta dos disparos realizados próximos à unidade de saúde.


Compartilhar notícia:

Inscreva-se

Mais notícias
Related

EDI na Maré se destaca por acolhimento na primeira infância

O Espaço de Desenvolvimento Infantil (EDI) Profª Kelita Faria de Paula, localizado no Conjunto Bento Ribeiro Dantas se tornou uma referência ao falarmos de “lugar de escuta”

Clube de Futebol faz ‘vakinha’ para disputar torneio em São Paulo

No ano passado, com ajuda dos pais dos atletas, o clube disputou a Taça São Paulo na categoria sub 15, este ano o pensamento do clube é participar também na categorias sub 17