Redes da Maré promove curso sobre segurança pública na Maré

Data:

Ao todo, serão cinco encontros para discutir o tema com moradores e interessados no assunto

Atualizado às 11h40

Thaynara Santos

A aula “Práticas Policiais na Sociedade Brasileira”, que seria ministrada nesta terça-feira, 23, pelo coronel reformado Ibis Silva Pereira foi adiada por motivos pessoais. A atividade ainda não tem data remarcada.

Na próxima quinta-feira, 25, Edson Diniz (Redes da Maré) e Renata Neder (ISER) darão continuidade ao curso, falando sobre o tema “Militarização e Direitos Humanos”, das 18h às 21h, no prédio central da Redes da Maré.

O curso é promovido pelo Eixo de Segurança Pública e Acesso à Justiça, da Redes da Maré. Este é o segundo módulo do curso e contará com cinco aulas presenciais. Os encontros acontecem às terças e quintas, sempre no período da noite, na Maré. Inscreva-se no link: http://enketo.ona.io/x/#NQ5NtSi9

Aula inaugural

A aula inaugural foi realizada no dia 16 e reuniu moradores e profissionais que atuam na Maré para discutir direitos humanos e segurança pública sob uma perspectiva favelada e periférica. Miriam Krenzinger, professora da UFRJ e pós-doutora em Antropologia do Direito, falou sobre Criminologia Crítica e Processo de Encarceramento em Massa, apresentando um breve histórico das tendências teóricas da política criminal e da segurança pública. A professora também discutiu o papel do racismo estrutural, da atual política de drogas e o preconceito de gênero no encarceramento em massa no Brasil.

Percalços

Na quinta-feira, 18, aconteceria a segunda aula do módulo II, mas os moradores da Maré passaram por dez horas de operação policial no território. A aula, que seria ministrada por Edson Diniz e Renata Neder sobre militarização e Direitos Humanos, foi transferida para o dia 25.

Confira a programação do curso “Falando sobre Segurança Pública na Maré” – Módulo II:

16/07: Criminologia Crítica e Processo de Encarceramento em Massa, com Miriam Krenzinger (UFRJ).

23/07: Práticas Policiais na Sociedade Brasileira, com o Coronel reformado Ibis Silva Pereira. ADIADA

25/07: Militarização e Direitos Humanos, com Edson Diniz (Redes da Maré) e Renata Neder (Anistia Internacional Brasil).

30/07: Violência Letal e Processo de Investigação de Homicídios no Brasil, com Raquel Willadino (Observatório de Favelas).

08/08: Segurança Pública no Âmbito Nacional, com Jacqueline Muniz (UFF).



Compartilhar notícia:

Inscreva-se

Mais notícias
Related

Ativista e jornalista da Maré no G20

Do Conjunto de Favelas da Maré à conferência da 19a reunião de cúpula do G20, a trajetória de Kaya Bee, moradora da Nova Holanda é um exemplo inspirador na luta por um futuro mais justo e sustentável. Aos 27 anos, mãe, ativista climática e estudante de jornalismo, ela carrega a força e a resiliência de quem enfrenta os desafios da vida na favela com a determinação de transformar a realidade para os mareenses.