Em manifestação silenciosa, ONG Rio de Paz homenageia as mais de 400 mil vítimas de covid-19 do país

Ato em homenagem às vítimas de covid-19. Foto: ONG Rio de Paz/Divulgação

Em manifestação silenciosa, ONG Rio de Paz homenageia as mais de 400 mil vítimas de covid-19 do país

Brasil ultrapassou a marca nesta quinta-feira, 34 dias após chegar em 300 mil mortes pela doença

Por Redação, em 30/04/2021 às 13h30

Nesta sexta-feira (30), voluntários da ONG Rio de Paz estiveram na Praia de Copacabana, Zona Sul do Rio, para realizar um ato em homenagem às mais de 400 pessoas que morreram em decorrência do novo coronavírus no país.

Representando o sepultamento das vítimas, 400 sacos de óbito, que são utilizados para transportar os corpos, foram colocados lado a lado na areia junto a uma bandeira do Brasil. O ato começou às 6h e a cada hora os voluntários farão uma dramatização simulando o enterro dessas pessoas.

Ao mesmo tempo, a ONG faz também uma crítica à negligência das autoridades, principalmente ao Governo Federal e à forma que estão lidando com a crise sanitária e com as vidas que se perderam e com outras milhares que lutam não apenas contra a dor da perda e o vírus. “Em dias de fome, desemprego, insegurança, luto e morte, o vimos participando de manifestações públicas antidemocráticas, chamando o povo de marica, mandando jornalista calar a boca e fazendo alarde dos seus momentos de lazer. Não temos registro de expressão de profundo pesar pelo drama de milhões de famílias”, destacou Antonio Carlos Costa, presidente da ONG Rio de Paz.

Atualmente o Brasil é o segundo país do mundo em número de mortes, ficando atrás apenas dos Estados Unidos. Em número de casos, o país é o terceiro com mais casos, atrás de Estados Unidos e Índia, que recentemente tem tornou-se o epicentro da pandemia, batendo recordes diários de mortes.

Andressa Cabral Botelho

Artigos relacionados

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *