Formação Política gratuita para moradores da Maré

Formação Política gratuita para moradores da Maré

Gratuito e online, a iniciativa quer auxiliar na atuação política de jovens periféricos

Da redação. Editado por Dani Moura.

O curso do Instituto Pensamentos e Ações para Defesa da Democracia (IPAD) quer incentivar a sociedade brasileira a conhecer mais sobre a democracia para proteger a sustentabilidade da vida humana e ambiental, garantindo a liberdade e a igualdade para todas e todos. Entre os temas abordados no curso estão patrimonialismo, racismo estrutural e machismo. O curso é gratuito, será ministrado em plataformas online, terá duração máxima de 5 meses e oferecerá certificado aos participantes ao final do curso.  As inscrições podem ser feitas até o dia 28 de março pelo link https://forms.gle/QxSLnXpcsyECh4st6

Morador da Maré e coordenador executivo do IPAD no Rio de Janeiro, Douglas Alencar, explicou o motivo pelo qual acredita que os moradores da Maré devam se inscrever neste curso. “O curso de formação política do IPAD é voltado para pessoas negras, periféricas, e em especial, moradores de favelas. Nós, favelados, devemos tomar a frente da política de base para realizarmos as mudanças que precisamos. Para que a mudança chegue até nossos territórios é preciso entender as teorias e práticas voltadas para a defesa e promoção da democracia. Por isso é tão necessário que os jovens mareenses tomem posse do discurso dessas mudanças que tanto queremos”.

O IPAD promove cursos de formação política desde 2019 e até hoje, já formou cerca de 160 pessoas, no Rio de Janeiro e em Minas Gerais. No ano de 2021, para além do Rio de Janeiro e  Minas Gerais, o IPAD abriu polos de formação em mais quatro estados (Paraíba, Pernambuco, Bahia e São Paulo) e reservou uma quantidade de vagas para pessoas dos demais estados do país. No primeiro curso de formação política desse ano, o IPAD teve cerca de 1000 pessoas inscritas. Com isso, abriram duas turmas em cada estado, com 40 pessoas em cada turma. Para atender tal demanda, bem como, as solicitações de instituições e coletivos para inscrever seus integrantes, o IPAD decidiu abrir mais uma turma em cada estado.

Também moradora da Maré, Karla Rodrigues é aluna da primeira turma do curso de formação política do IPAD, em 2021. “Tenho tido um aprendizado muito enriquecedor com o conteúdo dado. O curso proporciona encontros com outras pessoas que lutam a favor da democracia e do direito de existir de todos, dentro e fora das periferias”, disse a tradutora de 37 anos.

“Dado o contexto de crise política, econômica e social que a população empobrecida vive, intensamente agravados pela Pandemia da Covid-19, e considerando a necessidade de organização coletiva para a defesa da democracia em nosso país, o curso IPAD-Seja Democracia é essencial por contribuir para o entendimento da realidade tal como ela é, construindo uma rede de apoio e de luta política por direitos junto aos alunos do curso para sua transformação”,

Cleber Ribeiro, O coordenador executivo do IPAD


Daniele Moura

Artigos relacionados

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *