Índia exportará vacinas de Oxford para o Brasil

Reuters/Dado Ruvic

Índia exportará vacinas de Oxford para o Brasil

Dois milhões de doses devem chegar nesta sexta, dia 23

Por Edu Carvalho, em 21/01/2021 às 15h

Segundo informações da agência de notícias Reuteurs, o governo da Índia autorizou as exportações das vacinas contra a Covid-19, em comunicado feito pelo secretário de Relações Exteriores indiano, Harsh Vardhan Shringla. 

As doses da vacina, feita pela Universidade de Oxford em parceria com a biofarmacêutica AstraZeneca, e que tem fabricação pelo Instituto Serum da Índia, devem ser enviadas para Brasil e Marrocos nesta sexta-feira, 23. Ao todo, serão dois milhões de doses. 

África do Sul e Arábia Saudita também receberão insumos da Índia, disseram as autoridades.

Instituto indiano tem incêndio

Na manhã desta quinta, 21, o Instituto Serum, na Índia, foi atingido por um incêndio. A instituição é a maior fabricante de vacinas do mundo, sendo parceira da AstraZeneca e da Universidade de Oxford para produção da vacina contra a covid-19

O local onde o incêndio começou seria um prédio em construção na sede do Serum Institute of India (SII)
Foto: AFP

Segundo a imprensa indiana, o incêndio ocorreu em um prédio que passava por uma obra. Vídeos e fotos da ANI, uma parceira da Reuters, mostraram fumaça negra emanando de um edifício cinza do complexo gigantesco que sedia o Serum em dezenas de hectares na cidade de Pune, no oeste indiano.

Segundo o jornal Times of India, ao menos cinco pessoas morreram, possivelmente trabalhadores que atuavam na obra do prédio. De acordo com as informações até agora, as vacinas contra o coronavírus produzidas no instituto não foram afetadas, pois estão sendo fabricadas em outro prédio.

Edu Carvalho

Artigos relacionados

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *