Juíza é morta a facadas no Rio

Juíza é morta a facadas no Rio

Crime foi cometido pelo ex-marido da vítima, que foi detido pela Guarda Municipal

Por Edu Carvalho em 25/12/2020 às 11h

A juíza Viviane Vieira do Amaral Arronenzi, de 45 anos, do Tribunal de Justiça do Rio, foi morta a facadas no início da noite última quinta-feira, véspera de Natal, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. Segundo a Polícia Militar, o caso ocorreu por volta das 18h, na Avenida Rachel de Queiroz, 380, em frente ao Colégio Januzzi. O autor do crime é o ex-marido dela, o engenheiro Paulo José Arronenzi, que cometeu o crime na frente das três filhas do casal menores de idade.

Ele foi preso e levado para a Delegacia de Homicídios (DH).De acordo com a Guarda Municipal, agentes estavam na base do subgrupamento, que fica ao lado do Bosque de Barra, quando foram acionados para ajudar a vítima. No local, encontraram a mulher caída e desacordada.

O criminoso recebeu voz de prisão no local e foi encaminhado para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, onde foi atendido e posteriormente conduzido para a delegacia.

O assassinato foi registrado em um vídeo que circula nas redes sociais. Na gravação, as meninas pedem para ele parar de golpear a juíza.

Se você encontrou um erro de ortografia, notifique-nos por favor, selecionando o texto e pressionar Ctrl + Enter.

Edu Carvalho

Artigos relacionados

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Obrigado!

Nossos editores são notificados.