OAB-Rio cobra celeridade na investigação das mortes de Emily e Rebecca

Data:

Por Edu Carvalho, em 02/02/2021 às 15h

A Comissão de Direitos Humanos da OAB-RJ entregou nesta terça-feira, 2, uma petição à Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense pedindo prioridade na investigação das mortes das meninas Emily Victória, de 4 anos, e Rebecca Rodrigues Santos, de 7 anos, mortas em dezembro de 2020 enquanto brincavam na porta de casa, em Duque de Caxias, Baixada Fluminense. 

Na carta apresentada, o pedido foi baseado na Lei Ágatha, aprovada em 2021 pela Alerj, e que pauta a apuração e responsabilização de crimes contra a vida e com resultando em morte, que tenham como vítimas crianças e adolescentes no estado do Rio.

Inauguração do memorial para Emily e Rebecca em Caxias. Ação organizada pelo Movimenta Caxias, Iniciativa Direito á Memória e Justiça Racial e Favelas na Luta.
Foto: Marcelle Decothé

A Polícia Civil segue investigando o caso. Ainda não foi marcada uma data para uma reprodução simulada das mortes. Recentemente um memorial foi construído em homenagem às duas meninas.

Compartilhar notícia:

Inscreva-se

Mais notícias
Related

Vale a pena ler de novo: 3 matérias sobre o Vacina Maré

No 'Vale a Pena Ler de Novo' desta semana, o Maré de Notícias resgata três matérias sobre a campanha #VacinaMaré, que teve início no fim de julho de 2021 e foi um marco no combate à covid-19 no território