‘É uma galeria’ muro da EDI Pescador Isidoro homenageia personalidades negras

Data:

‘Preto no Branco’ é uma Iniciativa de ONG e contou com artistas mareenses 

Ter referências é fundamental na hora de criar alguma arte, e pode ser a fonte necessária para alguém dar os primeiros passos, rumo a um futuro brilhante. No Morro do Timbau, os muros da creche Pescador Isidoro Duarte chamam a atenção. Diferente do que é esperado de uma escola infantil, com cores vibrantes que enchem os olhos das crianças, aqui o Projeto Preto No Branco se destaca com grafites que fazem jus ao nome do projeto: todo em preto e branco e com homenagens para 15 personalidades negras.

Realizado em 2022, o projeto surgiu de uma parceria entre a ONG F.A.R.O Maré e o educador Pery De Canti. Eles convidaram artistas locais, incluindo Raphael Cruz e Tiago Cícero, para participar da grafitagem do muro da creche, que possui cerca de 100 m².

“Acredito que esse mural vai aproximar a população da Maré e visitantes de sua ancestralidade negra […] o objetivo de levar informação e arte foi alcançado” comenta Tiago em uma publicação nas redes sociais. A ideia de grafitar apenas pessoas pretas veio depois de uma intervenção surpresa. 

Pedaço da África na Maré

Dona Orosina, uma das primeiras moradoras da Maré, foi pintada pelo muralista Cazé Arte. O artista conta que já grafitou diversas favelas da cidade e que a ideia é que a intervenção seja provocadora a ponto de modificar pensamentos. “A arte urbana modifica o pensamento das pessoas, é política questionadora e educadora” pontua. “É enriquecedor para mim enquanto artista ocupar todos os espaços possíveis na cidade, trazendo essas reflexões” completa.

A diretora adjunta da EDI, Adriana Souza, conta que a única contrapartida pedida foi que realizassem uma atividade com as crianças. Elas então tiveram aula de grafitagem e puderam participar de uma das pinturas e se orgulham em dizer que a comunidade preserva o espaço. “Você pode ver, o muro não está sujo, antes não ficavam nem carros parados na frente, era como uma galeria mesmo”, conta. 

Adriana que também dá aula de história conta que em uma atividade em que os alunos deviam fotografar espaços que lembravam a África, a maioria voltou com fotos do muro “eles nem sabiam que eu trabalho aqui, aí eu pedi a atividade e vários colocaram” conclui. Quem também quiser prestigiar a galeria a céu aberto, basta ir até a Rua Praia de Inhaúma, no Morro do Timbau.

//Já leu essas?

Quem é Dona Orosina?

A icônica figura mareense, foi uma mineira, parteira e rezadeira, responsável por levantar vários barracos no Morro do Timbau e que escreveu uma carta ao presidente Getúlio Vargas denunciando os abusos de poder cometidos por policiais.

Além de Dona Orosina estão grafitados no muro também: Tereza de Benguela, Carlos Assumpção, Benedito Caravelas, Dandara dos Palmares, Luiz Gama, Carolina Maria de Jesus, Henrique Dias, Maria dos Reis, Milton Santos, Antonieta de Barros, André Rebouças, Felipa Aranha, Francisco Almeida e Laucelina Melo. Ao lado de cada grafite há também um QR Code com o link de acesso a história completa das personalidades. 

Negro Muro


A pintura de Dona Orosina faz parte do projeto Negro Muro, idealizado pelo Fernando Cazé e Pedro Rajão. Os artistas já pintaram diversas personalidades negras pelo Rio: Abdias do Nascimento, Alcione, Elza Soares, Marielle Franco, Mussum, Dona Ivone Lara e Sandra de Sá também estão entre as celebres figuras homenageadas.

Compartilhar notícia:

Inscreva-se

Mais notícias
Related

Vale a pena ler de novo: 3 matérias sobre o Vacina Maré

No 'Vale a Pena Ler de Novo' desta semana, o Maré de Notícias resgata três matérias sobre a campanha #VacinaMaré, que teve início no fim de julho de 2021 e foi um marco no combate à covid-19 no território