#RemaMaré: peça ‘Becos’ aborda tema da saúde mental a partir da realidade favelada

Atores encenam peça Becos, na Maré. Foto: Matheus Affonso

#RemaMaré: peça ‘Becos’ aborda tema da saúde mental a partir da realidade favelada

Espetáculo tem apresentações nesta sexta (27) e sábado (28), no Galpão Espaço Normal, na Maré

Por Edu Carvalho, em 27/08/2021 às 11h35

‘’Toda vez que uma criança preta morre, o meu útero dói. Você já sentiu essa dor?’’ Esta é mais do que uma simples frase de efeito quando está na boca de uma jovem, negra, periférica e favelada, características que descrevem uma vida muito curta no Brasil – sobretudo em 2021. Em um contexto onde tenta-se vencer o vírus, a bala e a fome, a entonação das palavras ganha camadas mais profundas de reflexão sobre como estamos caminhando enquanto sociedade e lidamos com esses acontecimentos diários. 

É o teatro que encena a vida na peça ‘’Becos’’, imersão poética baseada em 10 movimentos sobre saúde mental nas favelas desde o dia 23 e termina neste sábado, com três apresentações durante o dia. O ato é desdobramento da realização da pesquisa Construindo Pontes, feita pela ONG Redes da Maré em parceria com a People’s Palace Projects. Também na programação, diferentes ações e atividades artísticas e culturais decorrentes do panorama que narra o impacto das violências na vida da população de favelas. 

Foto: Matheus Affonso

‘’Tem momentos muito pesados, mas acho que é uma viagem e isso é a vida, não é? Eu não quero criar, nem o elenco, uma coisa que não mostre que a vida é dolorosa. Tem sofrimento, mas juntos conseguimos enfrentar, remar, nessas correntes profundas’’, aponta Paul Heritage, ativista, dramaturgo e diretor da People’s Projects Palace. Para Paul, a encenação é um marco na discussão de saúde mental e demais assuntos da atualidade, como direito à vida, juventude, desigualdade e racismo. ‘’Tomara que o espetáculo traga esses dois lados, deixe profundidade, de momentos que arrancam a pele e também de outros como o momento onde vejo o público inteiro cantando ‘’Maré, Maré, Maré’’. Virou um mantra de celebração’’, enfatiza.

Já para MC Martina, poeta de 23 anos e uma das atrizes que integra o elenco da montagem, a realização da apresentação comprova a urgência do tema, encontrando nos palcos a possibilidade de debate. ‘’A peça é uma forma de comunicar o que tem que ser dito através da arte, que é ponte para falar sobre todos os pontos sensíveis que vivemos. É ela (a arte) a maior ferramenta de comunicação’’. 

Diretor Paul Heritage e elenco da peça. Foto: Matheus Affonso

‘’Becos’’ conta ainda com Thaís Ayomide, Thainá Iná, Rodrigo Souza, Matheus Araújo, Jonathan Panta, e tem como produtores Rafael Rocha, Eduardo Campello e Cat Paskel. 

Serviço: 

Peça ‘’Becos’’
Onde: Rua Dezessete de fevereiro, 237 – Parque Maré 
Como participar: público máximo de 15 pessoas por conta dos protocolos sanitários da covid-19.
Sessões 27/8 – 10h e 14h
Sessões 28/8 – 10h, 14h e 15h30

Se você encontrou um erro de ortografia, notifique-nos por favor, selecionando o texto e pressionar Ctrl + Enter.

Edu Carvalho

Artigos relacionados

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Obrigado!

Nossos editores são notificados.