Ronda Coronavírus: Maré deve receber caixa d’água de 10 mil litros

Data:

Cadastro para recebimento de renda emergencial é disponibilizado. Operações policiais e pandemia nas favelas.

O Estado do Rio de Janeiro já marca 1.688 casos confirmados do novo coronavírus. São 89 óbitos confirmados e 78 em investigação. Na cidade, o número de confirmados é de 1.251. Nas 16 favelas da Maré, apesar de muitos casos de pessoas com sintomas, ainda não há confirmação por parte da Secretaria Estadual de Saúde. 

A CEDAE iniciou nesta terça-feira (07) a instalação de caixas d’água com capacidade de até 10 mil litros, conectado a barrilete com bicas, em áreas de ocupação irregular e sem rede de distribuição de água. O primeiro sistema está sendo instalado na Comunidade do Brejo, na Cidade de Deus. Sistemas iguais serão instalados até a próxima semana nas comunidades Camarista Méier, no Engenho de Dentro, e Fim do Mundo, na Maré. A Cedae estuda a necessidade de sistema semelhante em outras comunidades.

O cadastro para recebimento do auxílio emergencial disponibilizado pelo governo federal já pode ser feito para que profissionais informais, autônomos, microempreendedores e desempregados que estejam dentro da regra do projeto possam garantir essa renda mínima durante três meses. O governo disponibilizou site e aplicativo para celular (com sistemas operacionais Android e iOS) onde é possível realizar o cadastro e acompanhar o andamento da solicitação.

A Rede de Observatórios da Segurança divulgou que houve uma redução de 23% no número de ações policiais monitoradas em março de 2020, comparado a março de 2019 no Rio de Janeiro. Com isso, reduziu-se em mais da metade o número de vítimas em ações policiais. Porém, a Maré foi alvo de duas operações policiais nos últimos 15 dias. Uma em Marcílio Dias, no dia 27 de março, deixando um morto e quatro feridos, e a última nesta segunda-feira (06) no Parque União. Moradores relataram invasões a domicílios sem mandados judiciais, descumprindo orientações de isolamento social. 

Mesmo com a operação policial, tecedores da Redes da Maré e voluntários deram continuidade à entrega de cestas básicas e kits de materiais de limpeza pela Campanha Maré diz NÃO ao Coronavírus. Foram mais de 300 cestas entregues só nesta segunda-feira. A movimentação de pessoas e comércios abertos ainda é grande nas favelas da Maré nesta terceira semana de distanciamento social.

Compartilhar notícia:

Inscreva-se

Mais notícias
Related

Ativista e jornalista da Maré no G20

Do Conjunto de Favelas da Maré à conferência da 19a reunião de cúpula do G20, a trajetória de Kaya Bee, moradora da Nova Holanda é um exemplo inspirador na luta por um futuro mais justo e sustentável. Aos 27 anos, mãe, ativista climática e estudante de jornalismo, ela carrega a força e a resiliência de quem enfrenta os desafios da vida na favela com a determinação de transformar a realidade para os mareenses.