Saiba quais são as propostas de Paes e Crivella para as favelas do Rio

Saiba quais são as propostas de Paes e Crivella para as favelas do Rio

Fluminenses voltam às urnas neste domingo para escolha de novo prefeito

Por Edu Carvalho, em 27/11/2020, às 18h

Editado por Andressa Cabral Botelho

Saúde, saneamento básico, geração de renda e segurança, além de educação, cultura, esporte e lazer. Estes são alguns dos temas que clamam urgência nas favelas e periferias do Rio de Janeiro, tornando-se prioritárias as suas resoluções. A poucos dias do segundo turno das eleições para prefeitura do município, quais são os planos apresentados pelos candidatos ao cargo em relação a estes locais?

O Maré de Notícias analisou as propostas apresentadas pelos candidatos Eduardo Paes (DEM) e Marcelo Crivella (Republicanos) e traz para você as informações contidas em seus planos de governo. 

Em primeiro lugar nas pesquisas, Paes afirma que dará “prioridade aos investimentos sociais da prefeitura, sobretudo nos bairros da zona norte, da zona oeste e nas comunidades e favelas da nossa cidade – sempre com foco em melhorar a qualidade dos serviços públicos, em recuperar a infraestrutura já existente, e em criar frentes de trabalho para gerar emprego e renda para a nossa população mais necessitada”. 

O ex-prefeito não assinou a Carta Compromisso com as Favelas e Comunidades do Rio, entregue a todas as candidaturas no primeiro turno pela Rede Favela Sustentável. Mas seu plano de gestão, disponível em seu site, traz oito compromissos com os territórios favelados e periféricos. Entre eles, seguir a Agenda 2030, criada pela Organização das Nações Unidas (ONU), com 17 objetivos para o desenvolvimento sustentável.

Eduardo Paes também se comprometeu em combater o racismo, tema que ganhou visibilidade no pleito eleitoral, valorizando a diversidade, a democracia e uma cidade mais humana, com planos que priorizem iniciativas para o fim da segregação e do preconceito racial. Prometeu também realizar a manutenção dos planos inclinados, teleféricos, escadas rolantes e elevadores, a fim de garantir a mobilidade urbana inclusiva. O candidato pretende retomar o programa Favela Bairro, estabelecendo diálogo permanente com as favelas do Rio de Janeiro. As demais propostas você encontra aqui

O candidato à reeleição e atual prefeito, Marcelo Crivella (Republicanos) promete que, se eleito, seu governo irá fornecer “apoio, suporte, atendimento e acompanhamento de situações envolvendo indivíduos e famílias em vulnerabilidade e risco social, cariocas, que vivem na invisibilidade do não acesso a serviços básicos e a condições de subsistência dignas. Realidade de todas as grandes metrópoles, esta parcela da população tem crescido desde a crise”. 

Ao contrário de seu oponente, Crivella não assinou a Carta Compromisso com as Favelas e Comunidades do Rio. O atual gestor da cidade pretende criar o programa Inclusão Carioca, que estima atender as 120 mil famílias mais pobres do município por meio de um complemento de renda, a fim de que seja reduzido o número de pessoas em situação de vulnerabilidade.O candidato do Republicanos aposta nas atividades de esporte e lazer como ferramentas de transformação, para impedir que jovens adentrem o crime organizado. Você encontra o plano completo aqui.

Se você encontrou um erro de ortografia, notifique-nos por favor, selecionando o texto e pressionar Ctrl + Enter.

Edu Carvalho

Artigos relacionados

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Obrigado!

Nossos editores são notificados.