Um poema ao Dia Estadual Bira Carvalho

Data:

Dia 22 de agosto, é o Dia Estadual Bira Carvalho que homenageia através do fotógrafo e cronista da Maré a comunicação periférica e favelada

Por Sara Alves

Bira, obrigada!
Mesma não sendo por você fotografada
Quero muito te dizer que você me fez chorar
Mexeu com o meu relembrar
Tocou meu coração, minha alma, minha fé
Hoje, foi fácil perceber que sua terapia
Chama-se Fotografia
Ouvi você falar da cumplicidade do seu olhar
E da certeza de que ausência de crítica não há
Falou da sua paixão com paixão
Com suas imagens irradiou emoção
Nada disso é por acaso
Fico feliz nesse momento, pois com tudo que ouço
também me refaço; monto meus pedaços
Nem tudo está perdido!
Parabéns, pois gente que é Gente
Não deseja morte nem de policial, nem de bandido
Quer paz, amor e alegria
Não quer ser cafetão de favela
Quer dignidade e respeito
Pra quem tá dentro e fora dela
Suas palavras desenharam em mim, novas marcas
É disso que tenho orgulho
Da cria que não se vende como produto
Sabe o valor da liberdade, da afetividade
Sabe que é CRIAtividade da cidade
É disso que tenho orgulho
A alma só se deixa fotografar, Bira, por quem sabe se doar
Por quem aprendeu, com a vida, respeitar as narrativas
E é assim na favela…
Bira, você, pode fotografar ela.

Compartilhar notícia:

Inscreva-se

Mais notícias
Related

Vale a pena ler de novo: 3 matérias sobre o Vacina Maré

No 'Vale a Pena Ler de Novo' desta semana, o Maré de Notícias resgata três matérias sobre a campanha #VacinaMaré, que teve início no fim de julho de 2021 e foi um marco no combate à covid-19 no território