#VacinaMaré: saiba todas as informações sobre a vacinação em massa que vai acontecer na Maré

#VacinaMaré: saiba todas as informações sobre a vacinação em massa que vai acontecer na Maré

Iniciativa faz parte de um estudo da Fundação Oswaldo Cruz, em parceria com Ministério da Saúde, Secretaria Municipal de Saúde, SAS Brasil, Redes da Maré, Conexão Saúde e PUC-Rio

Por Redação, em 20/07/2021 às 07h

Divulgada na noite de ontem (20/7), nas redes sociais da ONG Redes da Maré, a primeira publicação do #VacinaMaré, ação que pretende vacinar em massa a população mareense em suas 16 favelas. A mobilização vai acontecer entre os dias 29 de julho e 1º de agosto, nas unidades de saúde da Maré e pretende atingir 31 mil moradores acima de 18 anos.

A iniciativa faz parte de um estudo da Fundação Oswaldo Cruz, em parceria com Ministério da Saúde, Secretaria Municipal de Saúde, SAS Brasil, Redes da Maré, Conexão Saúde e PUC-Rio.

De acordo com o Censo Maré, o conjunto de favelas tem 51,9% de sua população formada por jovens com menos de 30 anos. Como até as datas boa parte da população acima de 34 anos já terá sido imunizada com a primeira dose, o foco será  jovens e pessoas ainda não vacinadas com a primeira ou segunda doses.

Nesses territórios, há uma dinâmica de vida onde repleta de dificuldades para a implementação das medidas não farmacológicas como o distanciamento social e uso de máscaras.

Na última sexta-feira (16), durante apresentação do 28º Boletim Epidemiológico da Prefeitura do Rio, o secretário municipal de saúde, Daniel Soranz, falou sobre a expectativa do feito. “É um grande desafio, em que vamos contar com o apoio de mais ou menos mil profissionais de saúde. Uma força -tarefa para que também a Maré possa ser um case para avaliação da efetividade da vacina”, disse.

#PaquetáVacinada foi exemplo promissor no Rio

Em junho, um plano de vacinação foi traçado para a Ilha de Paquetá, a #PaquetáVacinada.  O projeto aplicou doses da vacina AstraZeneca em moradores da ilha com idade acima de 18 anos. Agora, a iniciativa terá mais uma etapa de vacinação: no dia 25 deste mês, jovens de 12 a 17 anos cadastrados irão receber a vacina da Pfizer, única com autorização até o momento para ser aplicada na faixa etária deste grupo. A previsão é que no dia 15 de agosto seja aplicada a segunda dose a todos os vacinados no projeto.

A mobilização quer avaliar os efeitos da imunização em larga escala em uma população local. Após a cobertura vacinal total – as duas doses – um monitoramento epidemiológico desses imunizados será realizado.

Outro exemplo de vacinação em massa no país foi Serrana, cidade do interior paulista. Recentemente, o governador de São Paulo, João Dória (PSDB), disse nas redes sociais que as mortes e novos casos referentes à Covid-19 despencaram o período vacinal. 

Se você encontrou um erro de ortografia, notifique-nos por favor, selecionando o texto e pressionar Ctrl + Enter.

Edu Carvalho

Artigos relacionados

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Obrigado!

Nossos editores são notificados.