‘Cadê o lixeiro?’: moradores da Maré reclamam de falta de coleta de lixo

A coleta de lixo na Maré e na cidade do Rio foi um dos poucos serviços que não foram interrompidos durante a pandemia – Foto: Douglas Lopes

‘Cadê o lixeiro?’: moradores da Maré reclamam de falta de coleta de lixo

Maré de Notícias acompanha a problemática da retirada de resíduos no território, apesar de Comlurb garantir que serviço ocorre normalmente 

Por Edu Carvalho, em 11/11/2021, às 8h

Não é de hoje que a coleta de lixo nas 16 favelas da Maré, ou a falta dela, é notícia tanto no jornal impresso quanto no site do Maré de Notícias. Nas últimas semanas, moradores vêm relatando que o serviço está precário ou inexistente. Cabe ressaltar que a Companhia de Limpeza Urbana (Comlurb) mantém uma gerência dentro do conjunto de favelas da Maré, que atende exclusivamente as comunidades locais. 

“A coleta é de segunda a sábado. O problema é na segunda, pois tem muito lixo do fim de semana. O caminhão não comporta e ficam algumas ruas sem a coleta. Outra questão é o acesso, têm ruas com carros estacionados e atrapalham a passagem do caminhão. A Comlurb tinha que pensar num jeito de ter um veículo menor para essas ruas”, aponta Euclides Antonio, comerciante e morador da Vila dos Pinheiros.

Questionada sobre as reclamações, em nota, a Comlurb informou que a coleta de resíduos domiciliares e lixo público está regular em toda a Maré. A Companhia afirma que, ao todo, 76 garis realizam a retirada de lixo em dois turnos, com equipes tendo apoio de sete caminhões compactadores e dois satélites – veículos mais compactos e que entram mais fáceis nas ruas e becos, além de quatro mini tratores. 

Ainda no comunicado, a empresa indicou que aos domingos o regime de trabalho é feito sob escala de plantão. ‘’Os garis realizam a limpeza dos locais com grande concentração de pessoas, como os bailes que começam ainda no sábado e se estendem até o início da tarde de domingo. Muitas vezes o trabalho dos garis é prejudicado pelo excesso de carros estacionados dos dois lados das ruas, o que dificulta o trânsito dos veículos de coleta”, aponta o texto. 

A Companhia reitera o pedido para que os resíduos dos moradores da Maré sejam dispostos de forma ‘’ordenada, respeitando as orientações da gerência local, para evitar que fiquem expostos por muito tempo em via pública’’. Para solicitar os serviços da Comlurb, os moradores podem entrar em contato pela Central de Atendimento 1746 da Prefeitura. 

Em dezembro do ano passado, a repórter Thais Cavalcanti pautou a questão do lixo no MDN Online. Nós e os moradores ficaremos sempre de olho!

Se você encontrou um erro de ortografia, notifique-nos por favor, selecionando o texto e pressionar Ctrl + Enter.

Edu Carvalho

Artigos relacionados

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Obrigado!

Nossos editores são notificados.