Inscrições abertas para premiação de curtas na mostra independente Cine Diversidade – Gênero e Sexualidade

Inscrições abertas para premiação de curtas na mostra independente Cine Diversidade – Gênero e Sexualidade

Por Redação, em 25/04/2022 às 07h.

Estão abertas as inscrições para a exibição de trabalhos na quinta edição do festival independente Cine Diversidade – Gênero e Sexualidade. Em 2022, passada a fase mais crítica da pandemia, o encontro volta a ser presencial e volta ao Centro de Artes da Maré – CAM, na Maré, Zona Norte do Rio de Janeiro, em 11 de junho.  Ao todo, 15 curtas-metragens serão selecionados e concorrerão a prêmios em dinheiro.  Entre 13 e 19 de junho, também haverá exibição no canal da ColetivA DELAS – realizadora do projeto. É possível se inscrever de maneira gratuita até 8 de maio no site da mostra.

As produções precisam se enquadrar em uma das três linhas de exibição: Reflexos do Feminino que reúne filmes sobre as lutas das mulheres e a equipe majoritariamente feminina; Ser Trans com filmes que abordam a identidade de gênero ou são produzidos por pessoas transvestigeneres; Cine Sexualidade, que tratem de questões relacionadas à homossexualidade, à bissexualidade ou outras orientações sexuais que fogem da heteronormatividade. Serão cinco filmes por linha temática e o primeiro colocado em cada categoria de voto ( popular, júri Canal Futura/co.liga, júri ColetivA) recebe o valor de R$700. Os curtas também precisam ter até 20 minutos de duração, produção em território nacional e baixo orçamento, nenhum ou poucos apoiadores

O objetivo da mostra é se tornar um espaço de debate sobre a liberdade e o respeito à diversidade, estimular e contribuir para a visibilidade da produção do cinema brasileiro e independente e as lutas das mulheres e LGBTQIA+. A ideia é criar um ambiente de troca entre produtores, cineastas e público, viabilizando espaços de interação dentro e para além da sétima arte.

Os filmes inscritos também poderão ser selecionados para o Festival Corpos Visíveis, que acontece em agosto de  2022, na Arena Fernando Torres, em Madureira, Zona Norte do Rio de Janeiro. O evento contará com a exibição dos 10 clipes e 10 videoartes ao longo de toda a programação; Os selecionados em primeiro lugar recebem R$500.  O festival  conta também com shows, DJs, performances e oficinas. 

Como os filmes serão escolhidos

A equipe curatorial levará a julgamento o apuro artístico e estético dos filmes, as atuações, direção e montagem, o protagonismo de mulheres e LGBTQIA+ nas telas e nas equipes e a inclusão de outros corpos diversos como pessoas negras e PCDs. Também será levado em consideração a coerência com os debates sociais, a presença da periferia e o valor em dinheiro investido no filme. 

Cada linha de exibição terá um profissional diferente escolhendo os trabalhos que irão ser exibidos na mostra. Julia Katharine, primeira cineasta trans do Brasil a entrar no circuito comercial como diretora de um filme, fará a curadoria da Sessão Ser Trans.  Gisele Motta, jornalista e idealizadora do festival de cinema brasileiro Zona de Cinema, fará a curadoria da Sessão Reflexos do Feminino. A Cine Sexualidade fica sob responsabilidade Renan Fragale, cofundador da Fabriqueta, parceira na realização desta edição da Cine Diversidade. 

Como os prêmios serão distribuídos 

Todos os filmes exibidos na 5ª edição da Cine Diversidade estarão concorrendo a uma premiação exclusiva. A decisão se dá a partir de voto popular, através dos likes no Youtube,  de júri técnico da ColetivA DELAS e da co.liga/Canal Futura. 

Além da premiação em dinheiro, o Canal Futura poderá selecionar os filmes vencedores para exibição no Futura Play ou no próprio Canal Futura. Os premiados contam também com uma sessão especial em local e data que serão definidos posteriormente. 

Sobre a ColetivA DELAS

Trata-se de um hub criativo que produz experiências, conteúdos digitais e audiovisuais para impactar mulheres e LGBTs. A ColetivA foi fundada pela produtora e comunicadora Karla Suarez e pela cineasta Karina de Abreu. Atua desde 2016 criando redes de colaboração com o objetivo de alinhar ideias e transformá-las em projetos que contribuam para inclusão, diversidade e equidade de gênero. 

Nesse tempo, foram realizados diversos projetos audiovisuais e eventos culturais como a Mostra Cine Diversidade e a Mostra de Multilinguagens Corpos Visíveis. Ao longo da sua trajetória, firmou dezenas de parcerias com empresas e instituições como Oi, PUC, Fundição Progresso, Canal Futura, entre outras, gerando mais de 400 postos de trabalho diretos e indiretos e impactando mais de 13 mil pessoas.

Leia o edital com o regulamento completo aqui.

Se você encontrou um erro de ortografia, notifique-nos por favor, selecionando o texto e pressionar Ctrl + Enter.

mareonline

Artigos relacionados

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Obrigado!

Nossos editores são notificados.