Jornalista da periferia de SP transforma cotidiano dentro dos trens em livro

Foto: Michele Gonçalves

Jornalista da periferia de SP transforma cotidiano dentro dos trens em livro

Por Redação, em 09/11/2021 às 07h.

A escritora e jornalista Jéssica Moreira lança no próximo sábado (13) seu primeiro livro autoral. “VÃO: trens, marretas e outras histórias” traz o dia a dia dos trens da linha 7-Rubi da CPTM, na região noroeste de São Paulo. “Dentro do aperto da lotação dos trens e de todas as dificuldades que encontramos ao utilizar esse transporte, há muita vida, muitas histórias a serem narradas”, aponta Jéssica Moreira.

Escrito durante suas próprias viagens de trem, a jornalista transforma a dureza do cotidiano dentro do transporte coletivo em crônicas e poemas sobre mobilidade urbana, mas também as muitas humanidades que se movem dentro dela. Com seu olhar e sensibilidade, capta as questões que impactam milhares de pessoas todos os dias, em diversas partes do país.

Escritora Jéssica Moreira lança livro sobre viagens nos trens da CPTM. Foto: Luan Kalil

Com poemas de leitura rápida, mas profundos como o vão que separa o trem da plataforma, Jéssica une a própria experiência aos acontecimentos que há anos vivencia nos vagões. “Vão é um livro que retrata a realidade de milhões de pessoas que vivem em São Paulo. O público irá se deparar com histórias que refletem sua própria realidade e cotidiano e também os desafios ligados ao direito à cidade das grandes metrópoles, como é o caso de São Paulo”, aponta a autora.

Segundo a CPTM, em 2019, a companhia transportou 867,7 milhões de passageiros. Mesmo diante da pandemia de covid-19, as populações periféricas não deixaram de utilizar o trem. A Linha 7-Rubi, cenário no qual as histórias da obra VÃO foram inspiradas, chegou a quase 4,5 milhões de usuários apenas em julho de 2020.

Com 124 páginas, o livro passa a ser um companheiro durante a viagem de trem, fazendo com que cada leitor sinta-se presente como passageiro em meio aos ruídos, trilhos, vãos e textura. “Com uma escrita que perpassa o apuro descritivo da crônica e os sobrevoos e rasantes do poema, a autora focaliza os entreatos que divisam o trem da plataforma, buscando os eventos que lhe demarcam como território de fenômeno populacional para além das tipologias capitalistas. Nesse livro, Vão, gente é gente mesmo – indivíduos e sociedade – percorrendo as dobras das materialidades e intersubjetividades a cada paragem, através de texturas, sons e espessamentos explorados habilmente pela autora”, é o que diz a escritora Paloma Franca Amorim, que assina o prefácio do livro.

O lançamento presencial acontece na Biblioteca Padre José de Anchieta (próximo à estação de trem de Perus), em São Paulo, a partir de 14h às 18h. Mas quem não mora na cidade pode acompanhar a divulgação do livro no perfil do Instagram @livrovao. Você pode comprar o livro clicando aqui

Se você encontrou um erro de ortografia, notifique-nos por favor, selecionando o texto e pressionar Ctrl + Enter.

mareonline

Artigos relacionados

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Obrigado!

Nossos editores são notificados.