Polícia Civil realiza operação policial em Marcílio Dias na semana da volta às aulas

Data:

Por De Olho na Maré – Redes da Maré, em 09/02/2022 às 14h30.

Nesta manhã desta quarta-feira (09/02), a Polícia Civil realizou a operação denominada “Alba”, na favela Marcílio Dias, conhecida popularmente como Kelson’s. Segundo a Secretaria de Estado da Polícia Civil (SEPOL), a ação teve como principal objetivo a desarticulação de um esquema de compra e venda de drogas e armas, que segundo a instituição é comandada pelo grupo armado que domina este território. Dessa forma, a Polícia pretendia realizar o cumprimento de 26 mandados de busca e apreensão, o bloqueio judicial de aproximadamente R$ 76 milhões em contas bancárias e sequestro de bens de alto valor de suspeitos de participar da lavagem de dinheiro.

A SEPOL informou ainda que entre os alvos da operação estão empresários e pessoas físicas, além de Dalton Luiz Vieira Santana “DT”, investigado como principal suspeito da morte da sua ex-namorada – Bianca Lourenço, de 24 anos – em janeiro de 2021 e também acusado pela polícia de ser o líder de um esquema em que a entrada do dinheiro do tráfico de drogas no sistema bancário é camuflada, por meio de contas de terceiros e em quantias fracionadas.

Com a operação “Alba”, também foram realizadas movimentações da polícia civil em outros cinco estados: Pará, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Paraná.

Até a última atualização desta reportagem, apenas um homem havia sido preso. A Justiça também determinou o bloqueio em contas bancárias e o sequestro de bens contra o grupo criminoso. Dalton seguia foragido.

Em contrapartida, a ação foi realizada um dia depois do retorno das aulas no Rio de Janeiro e em consequência da operação da polícia civil, segundo a Secretaria Municipal de Educação, não houve atendimento na Escola Cantor e Compositor Gonzaguinha e os alunos ficaram sem aula.

Além disso, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o Centro Municipal de Saúde acionou o protocolo de acesso mais seguro e, para segurança de usuários e profissionais, não realizou atendimentos, impactando, inclusive, na campanha de vacinação de crianças de 5 a 11 anos.

A equipe da Redes da Maré acolheu denúncias de violação à domicílios e violência psicológica durante a ação.

A operação se encerrou por volta das nove horas da manhã. A ação contou com a presença de um helicóptero, além de carros blindados.

Compartilhar notícia:

Inscreva-se

Mais notícias
Related

Vale a pena ler de novo: 3 matérias sobre o Vacina Maré

No 'Vale a Pena Ler de Novo' desta semana, o Maré de Notícias resgata três matérias sobre a campanha #VacinaMaré, que teve início no fim de julho de 2021 e foi um marco no combate à covid-19 no território

Nova Carteira Nacional de Identidade: saiba como tirar e o que mudou

A Carteira de Identidade Nacional segue a Lei nº 14.534/2023, sancionada pelo presidente Lula (PT), que determina o CPF como número único e suficiente para identificação do cidadão nos bancos de dados de serviços públicos.

Como se cadastrar no CadÚnico?

O Cadastro Único (CadÚnico) é um sistema do Governo Federal do Brasil que reúne informações socioeconômicas das famílias de baixa renda.