Ronda Coronavírus: decreto da Prefeitura restringe abertura de comércio nas favelas

Data:

Iniciativa que promove diálogo entre adultos, bebês e crianças terá conteúdo disponibilizado no Maré de Notícias

Nas últimas 24h, foram confirmadas no país 881 mortes em um novo recorde de óbitos. A Secretaria Municipal de Saúde informou no fim desta terça-feira, 12 de maio, que são 10.816 casos confirmados na cidade. As favelas da cidade reúnem 362 casos e 114 óbitos. Só a Rocinha, que tem a maior quantidade de casos em favelas do estado, tem mais mortes confirmadas por COVID-19 que 860 cidades do Brasil. A Maré tem 38 confirmados e 7 óbitos. Bonsucesso e Ramos, bairros vizinhos, têm juntos 164 confirmados, e 30 óbitos.

O prefeito Marcelo Crivella anunciou na última segunda-feira, dia 11 de maio, novas medidas para reforçar o distanciamento social na cidade. Dentre elas, o fechamento do comércio nas favelas do Rio. Com exceção de farmácias e mercados, fica proibido do dia 12 ao dia 18 de maio, o funcionamento de todo comércio nas favelas da cidade. Como já noticiado pelo Maré de Notícias, o comércio nas favelas da Maré são, de fato, agentes que favorecem a aglomeração no território. Também fazem parte do pacote de medidas anunciadas pelo prefeito o fechamento de bares em toda a cidade.

No entanto, nesta terça-feira, já com a medida da prefeitura em vigor, boa parte do comércio não essencial na Maré continuou funcionando normalmente. No Parque União, identificamos lojas com atendimento pelo lado externo, com a utilização de cordas para limitar a entrada das pessoas, e a obrigatoriedade do uso de máscaras no interior das farmácias. A loteria da Caixa, da Rua Teixeira Ribeiro, voltou a funcionar, e no momento da nossa ronda, a fila era bem grande. A prefeitura suspendeu por sete dias a realização de apostas nas casas lotéricas. Ao todo, a Maré tem 3.182 empreendimentos segundo o Censo da Maré. 

A prefeitura também divulgou nesta terça-feira (12) que câmeras da CET-Rio vão passar a monitorar distanciamento entre as pessoas nas ruas. As 489 câmeras que normalmente monitoram o trânsito da cidade, contarão com um detector de aglomerações e o Disk-Aglomeração da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) será acionado quando o software detectar aglomerações entre pessoas com 0,75m de distância entre si. O governador Wilson Witzel determinou que a Polícia Militar auxilie os municípios do Estado que decretarem o lockdown (ou confinamento obrigatório). A determinação foi feita em uma publicação do Twitter do governador. Um decreto deve ser publicado nos próximos dias.

A partir de hoje, 12 de maio, o conteúdo da iniciativa “Nenê do Zap” também estará na Ronda diária do Maré de Notícias. As dicas para as famílias sobre a primeira infância em época de pandemia também ganhará uma coluna mensal no jornal. Conheça o “Nenê do Zap”, um incentivador de conversas e interações entre pais, mães, familiares e cuidadores e crianças até os seis anos de idade na matéria de Jéssica Pires para o Maré de Notícias Online. E partir de amanhã, de segunda a sexta, teremos dicas para as mamães e papais lidarem com os pequenos de forma mais tranquila durante a pandemia. A equipe da Campanha Maré diz NÃO ao Coronavírus continuou nesta terça-feira o trabalho de entrega de álcool gel nas casas dos moradores da Nova Holanda, em conjunto com a Associação de Moradores local. Mais informações sobre a campanha podem ser conferidos no site: http://redesdamare.org.br/br/quemsomos/coronavirus

Compartilhar notícia:

Inscreva-se

Mais notícias
Related