Ronda Coronavírus: Fiocruz, Maré e Manguinhos lançam campanha de prevenção a coronavírus

Data:

Justiça libera circulação de ônibus intermunicipais no Rio. Brasil é o país que menos testa entre os mais atingido.

Até esta quinta-feira, 9 de abril, já são registrados 2.216 casos confirmados do novo coronavírus no estado do Rio de Janeiro. São 122 óbitos confirmados e 98 sendo investigados. Na Maré são 2 casos confirmados e 1 óbito. Com rádionovelas, spots para carros de som, peças e vídeos para mídias sociais e cartazes, a Fiocruz, Redes da Maré e organizações comunitárias de Manguinhos lançaram uma campanha de comunicação para as periferias chamada ‘Se liga no Corona!’. O foco é a prevenção ao novo Coronavírus (Covid-19) considerando as condições de vida e habitação destes territórios. O conteúdo produzido pela campanha ficará disponível para download no Portal Fiocruz, no portal de notícias Maré Online (https://mareonline.com.br/coronavirus/se-liga-no-corona/)

O decreto do governador Wilson Witzel, de 19 de março, que restringia o transporte intermunicipal como uma das medidas preventivas à disseminação do novo coronavírus, foi anulada pela Justiça Federal. Com isso, táxis, ônibus, vans intermunicipais e o transporte por aplicativo estão liberados e vão poder circular normalmente pelo estado. A juíza Marianna Bellotti alegou que a restrição de circulação entre municípios é inconstitucional e fere a liberdade de locomoção. A Procuradoria Geral do Estado informou que já entrou com recurso no plantão da Justiça Federal.

No Brasil, entre um milhão de habitantes, são feitos apenas 296 testes rápidos para detecção do Covid-19. Enquanto nos Estados Unidos, por exemplo, são feitos 7.100 por milhão. Ainda assim, o país já é o 14º no ranking de pessoas contaminadas. Há ainda os casos de pessoas assintomáticas, ou seja, que não apresentam sintomas do Covid-19 e ainda assim transmitem para outras. Com os poucos recursos de saúde que chegam às favelas no geral, acredita-se também, que a mesma lógica será dada para os testes. Pontos que chamam a atenção sobre a extrema necessidade de que as pessoas sigam a recomendação sobre o distanciamento social.

Está sem abastecimento de água? A Defensoria Pública do Rio está levantando os pontos sem acesso e pressionando a CEDAE para realizar as melhorias necessárias. Preencha o formulário para documentar a falta d’água na sua comunidade: http://survey123.arcgis.com/share/1c52f06ec5784460a30ebe14a0c3a574

Compartilhar notícia:

Inscreva-se

Mais notícias
Related

Ativista e jornalista da Maré no G20

Do Conjunto de Favelas da Maré à conferência da 19a reunião de cúpula do G20, a trajetória de Kaya Bee, moradora da Nova Holanda é um exemplo inspirador na luta por um futuro mais justo e sustentável. Aos 27 anos, mãe, ativista climática e estudante de jornalismo, ela carrega a força e a resiliência de quem enfrenta os desafios da vida na favela com a determinação de transformar a realidade para os mareenses.