Ronda Coronavirus: Governo do RJ vai liberar voucher para alunos do Estado

Data:

Continua proibido frequentar praias no Rio. Campanha Maré diz NÃO ao Coronavírus divulga saldo.

Nesta segunda-feira, 13 de abril, a Secretaria Estadual de Saúde informou que são 3.221 os casos confirmados do novo coronavírus no Rio de Janeiro. São 182 os óbitos no estado, com 88 em investigação. Na cidade do Rio de Janeiro são 2.322 casos, e na Maré, até o momento, 4 casos confirmados e 1 óbito informados pelo Painel RIO Covid-19, com dados do Plano Municipal de Contingência contra o Coronavírus, Instituto Pereira Passos, Centro de Operações Rio e Rio Contra o Corona. Durante o fim de semana, as favelas da Maré seguiram com aglomeração nas ruas. Além da movimentação causada pelos comércios abertos, moradores permaneceram nas ruas, realizando inclusive festas. Recebemos um vídeo de uma moradora da Nova Holanda que mostrava vizinhos realizando um churrasco.

A Secretaria de Estado de Educação (Seeduc) informou que vai liberar vales de R$ 100,00  para alunos da rede pública estadual com perfil socioeconômico de extrema pobreza, cadastrados no CAD Único ou beneficiários do Bolsa Família. Os vouchers serão disponibilizados por meio de um aplicativo de pagamento de contas, e o objetivo é que às famílias garantam a merenda para os estudantes. O valor será mantido enquanto durarem as restrições de circulação e interrupção das atividades presenciais nas escolas como prevenção ao coronavírus – explicou o secretário de Estado de Educação, Pedro Fernandes, que também afirmou que a secretaria estuda maneiras para que o voucher seja expandido para mais alunos.

Continua proibido frequentar as praias do Rio de Janeiro, como medida contra aglomerações e orientação das autoridades médicas. O decreto do governador Wilson Witzel, que foi publicado em 19 de março, proíbe a população frequentar as praias e permite que a polícia intervenha nisso. O deputado estadual Alexandre Freitas, do partido Novo, encaminhou ao Supremo Tribunal de Justiça um pedido para impedir a continuidade da medida. O pedido foi negado pelo STJ e o decreto segue válido. 

Na última semana, de 5 à 11 de abril, foram entregues 2.500 cestas básicas e outras 2.500 com itens de higiene e limpeza nas 16 favelas da Maré pela Campanha Maré diz NÃO ao Coronavírus. Foram distribuídas ainda 1400 quentinhas para pessoas em situação de rua, preparadas pelas mulheres Maré de Sabores, projeto da Redes da Maré que acontece na Casa das Mulheres, que oferece cursos de gastronomia. São 200 quentinhas distribuídas por dia de segunda a segunda. Neste fim de semana de Páscoa, foram entregues também 4.800 coelhos de chocolate para crianças doados pelo movimento Rio Contra o Corona.

Seja um doador ou voluntário e conheça tudo sobre a campanha em http://redesdamare.org.br/br/quemsomos/coronavirus

Compartilhar notícia:

Inscreva-se

Mais notícias
Related

Ativista e jornalista da Maré no G20

Do Conjunto de Favelas da Maré à conferência da 19a reunião de cúpula do G20, a trajetória de Kaya Bee, moradora da Nova Holanda é um exemplo inspirador na luta por um futuro mais justo e sustentável. Aos 27 anos, mãe, ativista climática e estudante de jornalismo, ela carrega a força e a resiliência de quem enfrenta os desafios da vida na favela com a determinação de transformar a realidade para os mareenses.