Vacinação contra poliomielite e variante da covid-19 segue nas unidades de saúde da maré

Data:

A vacinação contra a variante XXB da covida 19 é voltada para pessoas idosas e adultos com comorbidades

Este ano a prefeitura já fez quatro campanhas, contra o covid para idosos, atualização da antitetânica, da prevenção da dengue para crianças e contra influenza para todo o público. Nos últimos dias o carioca é chamado a carimbar mais uma vez a caderneta. Dessa vez para levar as crianças para se imunizarem contra a poliomielite (paralisia infantil) e idosos para receberem a vacina contra a covid-19 atualizada para a variante XBB. Contudo, durante todo o ano o caderno de vacinação pode ser atualizado, em especial contra o sarampo e o HPV.  

A campanha de vacinação contra poliomielite começou no final de maio, em todo o estado do Rio de Janeiro, com o Dia D no sábado (08/06). Segundo a  Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro os 92 municípios receberão 320 mil doses da vacina, o que corresponde à primeira parcela de um total de 640 mil doses. No estado do Rio de Janeiro, em 2022, apenas 58,89% de crianças menores de um ano foram imunizadas contra a doença. Em 2023, houve um avanço, com 70,43% de cobertura vacinal. 

Quem deve se vacinar contra poliomielite?

Crianças de 1 ano a menores de 5 anos, mesmo com a vacina em dia, devem tomar a dose extra (gotinha).

Bebês de até um ano de idade com esquema vacinal incompleto devem atualizar a caderneta com a vacinação de rotina

A Secretaria Municipal de Saúde afirma que as vacinas podem ser tomadas nas seis unidades de Atenção Primária da Maré (clínicas da família: Jeremias Morais da Silva, Adib Jatene, Diniz Batista dos Santos e Augusto Boal; e nos centros municipais de saúde: Américo Veloso e Vila do João) e em Marcílio Dias (CMS João Cândido) de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e aos sábados, das 8h às 12h. Ao se dirigir aos postos, deve-se levar a caderneta ou comprovante de vacinação, sempre que disponível e um documento de identificação.

//Já leu essas?

Atualize a caderneta de vacinação

Thiago Wendel, coordenador Geral de Atenção Primária da Área Programática 3.1, que inclui a Maré, lembra que a vacinação é importante para toda a sociedade. “Precisamos acabar com o preconceito e tabus contra qualquer tipo de vacina”, destaca. A vacina contra a influenza é importante especialmente no frio, quando ocorrem os sintomas de problemas respiratórios. Ela está liberada para todo público a partir dos seis meses de vida. A campanha é anual, portanto, todo ano deve se tomar.

Uma das vacinas mais envolvidas na desinformação e no preconceito é a da HPV (Human Papiloma Virus). Nas redes sociais informações inverídicas insinuam que o imunizante pode estimular uma vida sexual mais precoce. A verdade é que a vacina não traz predisposição para a iniciação sexual. A vacinação em dose única é contra o vírus HPV, causador do câncer de colo do útero, pênis, ânus, vulva, vagina, boca e garganta. A vacina é destinada ao público adolescente, meninos e meninas de 9 a 19 anos.

Já a vacina contra a covid-19 atualizada para a variante XBB ficará disponível a partir da próxima terça-feira (18) para adultos (18+) com comorbidades, sem necessidade de apresentação de laudo médico, bastando histórico clínico, receitas ou qualquer outro documento de comprovação.

Compartilhar notícia:

Inscreva-se

Mais notícias
Related

Vale a pena ler de novo: 3 matérias sobre o Vacina Maré

No 'Vale a Pena Ler de Novo' desta semana, o Maré de Notícias resgata três matérias sobre a campanha #VacinaMaré, que teve início no fim de julho de 2021 e foi um marco no combate à covid-19 no território