Ronda Coronavírus: Início de semana na cidade do Rio marcado por operações

Em Acari, um policial ficou ferido; trem de manutenção foi sequestrado na altura do Jacarezinho

Publicado em 19/10/20 às 20h30

As últimas 24h foram de operações policiais em favelas da Zona Norte do Rio. Na manhã desta segunda-feira (19), moradores do Jacarezinho, Mandela e Manguinhos amanheceram ao som de tiros. Desde 5h da manhã de hoje, há relatos de tiros e bombas, mas segundo moradores do Jacarezinho, o confronto iniciou na noite de domingo. De acordo com a Polícia Militar, a operação tinha como objetivo remover barricadas nestes locais, conforme denúncias anônimas.

De acordo com Raphael Dias, porta-voz da Polícia Militar, a ação foi organizada e seguindo as recomendações do STF, que suspende operações policiais durante pandemias, podendo acontecer apenas em casos excepcionais. Com a operação, o tráfego foi interrompido tanto na Avenida Dom Hélder Câmara, altura do Jacaré, e na Rua Leopoldo Bulhões, altura de Benfica. Simultaneamente, um grupo armado rendeu maquinistas de um trem de manutenção e sequestraram o veículo do Jacarezinho até a Mangueira, também Zona Norte do Rio. Os funcionários não tiveram ferimentos e receberam atendimento psicológico após o ocorrido. 

No domingo (18), moradores de Acari relataram em redes sociais a ocorrência de operação policial na favela logo pela manhã. A operação foi de busca e apreensão de armas e drogas no local. O único ferido foi um policial, baleado no braço e na perna, que foi levado para o Hospital Municipal Albert Schweitzer e está estável. 

Números da pandemia

O país contabiliza até hoje 5.250.727 casos confirmados, 15.383 nas últimas 24h. Além dos casos, são até o momento 154.176 vítimas do novo coronavírus, 271 destas mortes de ontem para hoje. Os números são do Ministério da Saúde. O Brasil completou no último domingo (18) uma semana em tendência de queda de mortes por covid-19, com a média móvel em 483 mortes por dia.

O estado do Rio de Janeiro totaliza nesta segunda-feira (19) 291.413 casos confirmados e 19.770 mortes confirmadas pelo novo coronavírus. Na edição atual do Mapa de Risco, o estado encontra-se classificado em bandeira amarela, apresentando baixo risco da doença. Das nove regiões fluminenses, apenas duas apresentam risco moderado: Centro-Sul e Norte. De acordo com levantamento feito pela Subsecretaria Extraordinária das Ações Governamentais Integradas da Covid-19, houve uma redução nos números de óbitos (-46,96%) e casos (-33,31%) no estado. O material completo está disponível para consulta aqui.

Dentre os 92 municípios, a capital é o que tem os maiores números da pandemia no estado: são até hoje 114.097 pessoas infectadas e 11.637 pessoas que morreram em decorrência ao vírus. As favelas somam até o momento 15.968 pessoas contaminadas e 2.064 mortes, segundo Painel Unificador das Favelas. A Maré tem 749 casos confirmados e 126 mortes pelo novo coronavírus, de acordo com dados da prefeitura.

Vacina contra covid-19

No mesmo mês em que se faz campanha de multivacinação infantil, a população recebe também atualizações sobre a CoronaVac, vacina desenvolvida pela empresa chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. Em estudos realizados com 9 mil voluntários no Brasil, apenas 35% apresentou algum tipo de reação adversa leve, como dor de cabeça ou dor no local de aplicação da vacina, reações também vistas nas fases de testes na China. “A vacina do Butantan é a mais segura em termos de efeitos colaterais. É a vacina mais segura neste momento não só no Brasil, mas no mundo”, apontou Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan.

Mesmo com os avanços e resultados positivos na pesquisa, além dos números e países apresentando segunda onda, o presidente Jair Bolsonaro comentou a apoiadores nesta segunda-feira que a vacinação para a covid-19 não será obrigatória. A fala foi uma resposta indireta ao governador de São Paulo, João Dória, que afirmou que a vacinação no estado de São Paulo será obrigatória, com exceção de pessoas que apresentarem alguma restrição médica.

Outubro rosa

No dia internacional contra o câncer de mama, o Maré de Notícias ressalta a importância de se fazer exames e acompanhamento médico anual para prevenir a doença. Em novembro, a campanha de prevenção é contra o câncer de próstata. Com a pandemia, entretanto, muitos desses exames e tratamentos ficaram em segundo plano diante medo em se contaminar com covid-19 durante ida ao hospital. Saiba aqui como estão acontecendo as campanhas de prevenção nas unidades de saúde e na internet, assim como a importância da doação de sangue para os pacientes oncológicos neste período.

Cancelamento do Aniversário Guanabara Um dos eventos mais esperados pelos consumidores da região metropolitana do Rio, o Aniversário Guanabara, não vai acontecer em 2020 em decorrência da pandemia do novo coronavírus. A empresa irá realizar ao longo de 30 dias o Show de ofertas, como forma de comemorar os 26 anos da empresa. Será um mês de promoções em diversos produtos da rede de supermercados, mas sem os preços que os consumidores encontram do aniversário. A promoção começa a partir do dia 20 de outubro, tendo em vista que esta segunda-feira é feriado do comércio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui