Ronda Maré de Notícias: Prefeitura do Rio prorroga medidas restritivas até o dia 27 de abril

Ronda Maré de Notícias: Prefeitura do Rio prorroga medidas restritivas até o dia 27 de abril

Medidas para conter a disseminação do coronavírus foram publicadas no Diário Oficial desta sexta-feira (16)

Por Andressa Cabral Botelho, em 16/04/2021 às 19h30

Por mais uma semana, o prefeito da cidade do Rio, Eduardo Paes, prorrogou as medidas restritivas para minimizar a disseminação do vírus. Mesmo com queda no número de atendimentos de casos suspeitos em unidades de emergência e com redução da média móvel dos casos confirmados, os números são alarmantes e ainda é necessário seguir as medidas. Os dados são do 15º Boletim Epidemiológico da Covid-19, divulgado nesta sexta-feira (16) pela Prefeitura do Rio.

Embora os dados do boletim apresentem leve melhora, o município do Rio encontra-se em risco muito alto para covid-19. A taxa de ocupação de leitos de UTI no município é de 91%, de acordo com o painel do estado do Rio. Das pessoas que morreram nesta semana, a maioria foi de pacientes que já estavam internados e fazendo tratamento. Até o momento são 243.790 casos de covid-19 e 22.312 mortes.

O secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, chama atenção para os números mais recentes. “São 1.400 pessoas internadas com Covid-19 na cidade, é muita gente. A recomendação para todos é que evitem qualquer tipo de exposição desnecessária. Nas últimas semanas a população mostrou que tem colaborado com a diminuição da circulação e a gente espera que isso se mantenha. Ainda temos um nível de transmissão alto e não é possível flexibilizar as medidas restritivas”, reforça o secretário.

As medidas de restrição foram publicadas no Diário Oficial dessa sexta-feira (16), visando, principalmente, evitar as aglomerações nos espaços. Na última quarta-feira, foi permitida a prática de atividades coletivas em praças, áreas públicas, praias e ruas, respeitando o distanciamento. O banho de sol e permanência na areia ainda estão proibidas. O estacionamento na orla segue permitido apenas para moradores, pessoas que sejam prioridades, aqueles que estão hospedados nos hotéis e funcionários dos quiosques.

Bares, lanchonetes e restaurantes podem funcionar até 21h, com uma hora de tolerância. Museus, bibliotecas, cinemas, teatros e parques ficam abertos de 12 a 21h. O funcionamento do comércio segue de 10 a 18h. Clubes esportivos funcionam de 6h a 21h.

Quanto às proibições, vale para a permanência na areia das praias, em parques e cachoeiras, ambulantes e vendedores fixos nas praias, feiras de artesanato, boates, rodas de samba. A permanência nas ruas entre 23h e 5h também está proibida.

Covid-19 nas favelas

Até o dia 16 de abril, as favelas totalizaram 38.649 casos e 3.943 mortes por covid-19 em seus territórios, com a Maré sendo a favela com o maior número de casos: 3.287, além de 171 mortes, de acordo com o Painel Unificador COVID-19 nas Favelas do Rio (PUF).

A vacinação nesses territórios ainda caminha devagar. Segundo o boletim Conexão Saúde – De olho Na Covid, nos cerca de 140 mil moradores da Maré, 8.418 pessoas (6% da população) receberam a primeira dose do imunizante. Quando se trata da segunda dose, o número cai para 1.662 pessoas (1% da população). Pensando nisso, coletivos que fazem parte do PUF elaboraram uma carta

Vacinação na cidade do Rio

Nesta semana foram inaugurados mais três pontos de vacinação. O primeiro foi no Museu Militar Conde de Linhares, na Avenida Pedro II, 383, em São Cristóvão, funcionando de segunda a sábado, das 8h às 17h. O segundo é no Club Municipal na Tijuca, na Rua Haddock Lobo, 359 e vai funcionar de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. O último foi inaugurado hoje (16) no Palácio Duque de Caxias, no Centro, com a vacinação acontecendo de segunda a sábado, das 8h às 17h.

Até o final da próxima semana, a imunização estará completa para o grupo dos idosos. A expectativa é de vacinar pessoas de 61 anos na segunda-feira (mulheres) e terça-feira (homens) e nos dias seguintes mulheres de 60 na quarta-feira e homens de 60 anos na quinta-feira. Neste sábado (17), a SMS conclui a vacinação dos profissionais de saúde a partir de 50 anos, além da repescagem de pessoas de 62 anos para cima.

Para aqueles que foram imunizados em janeiro com a vacina de Oxford/AstraZeneca, a segunda dose começa a ser aplicada a partir do final de abril.

A partir do dia 26 começa um novo calendário, para pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência e algumas categorias profissionais, como as de forças de segurança e da educação. O calendário vai seguir o critério de idade para organizar a vacinação.

Maré em tempos de coronavírus

Está no ar mais uma edição do podcast Maré em tempos de coronavírus. Na 25ª edição, Eliana Sousa conduz a pauta sobre o desafio de se ter acesso à educação de qualidade nesse momento, a volta às aulas e o receio de responsáveis e seus filhos. O episódio já está disponível no perfil da Redes da Maré no Spotify.

Festival Cine Terreiro

Até o dia 18 de abril acontece o Festival Cine Terreiro, que tem como proposta fortalecer e preservar a memória e a identidade das tradições de matriz afro-brasileira e indígena através da exibição de produções audiovisuais. O ponto em comum a todos os filmes é a relação do humano com o sagrado, então as produções abordam a temática religiosa. Para assistir, basta acessar o site do festival até o próximo domingo. https://cineterreiro.com.br/

Bolsas de estudos

A Cia de Talentos e a Faculdade Descomplica estão oferecendo 1.000 bolsas de pós-graduação e MBA com capacitação profissional dentro das áreas de Gestão, Marketing, Tecnologia e Educação. Aqueles que são PCDs, LGBTQ+, Étnico-Racial, 50+ e Vulnerabilidade Socioeconômica podem se inscrever no site. https://protagonizaai.com.br/

Oficina de roteiro dramatúrgico

A roteirista Ingrid Zavarezzi (Malhação, Como Será, Amanhã Invisível) irá oferecer, em parceria com o Voz das Comunidades, a oficina gratuita de produção de roteiros Histórias da favela. Para participar, basta escrever uma história sobre a favela de 1 a 3 páginas e enviar para o e-mail historiasdafavela@vozdascomunidades.com.br até amanhã, dia 15 de abril. Os textos serão avaliados e 25 pessoas serão selecionadas para participar da turma. As aulas serão online e ao fim das aulas, os curtas serão gravados e ditados por atores de favelas e pela equipe do Voz das Comunidades.

Favelas no STF

Nessa sexta-feira (16) e na próxima segunda-feira (19), representantes de organizações de favelas irão participar de audiência pública com o STF para discutir a letalidade das operações polícias nas favelas do Rio. Desde junho do ano passado, uma liminar do STF determinou a suspensão das operações policiais no Rio de Janeiro durante a pandemia de Covid-19. Pesquisas realizadas demonstram redução dos homicídios cometidos por policiais em decorrência da decisão. A quem interessar, os vídeos podem ser assistidos nos canais oficiais do Youtube do STF e TV Justiça.

Perdeu alguma matéria? O Maré de Notícias acha para você.

Sábado (10)
“Não sou eu que me navega, quem me navega é o Mar.” (*), por Marcello Escorel. Leia mais.

Segunda-feira (12)
Moradora da Maré que precisava de consulta hoje aguarda por cirurgia, por Hélio Euclides. Leia mais.
Vacinação no Rio: pessoas de 63 ou mais podem imunizar essa semana; dois novos postos são inaugurados, por Edu Carvalho. Leia mais.
Vacinação contra gripe começa nesta segunda-feira, por Redação. Leia mais.
Auxílio Emergencial 2021: trabalhador tem até esta segunda para contestar benefício negado, por G1. Leia mais.
Brasil, México e Filipinas estão entre os países que receberão vacina da Pfizer no segundo trimestre, por Reuters. Leia mais.

Terça-feira (13)
No Rio, morre jornalista Aloy Jupiara, vítima da covid-19, por Edu Carvalho. Leia mais.
UERJ adia Vestibular 2021 para julho devido ao agravamento da pandemia de Covid-19, por Redação. Leia mais.
Mulheres, negros e pobres: os mais impactados pela pandemia no Brasil e na Maré, por Andressa Cabral Botelho. Leia mais.
Light lança atendimento através de aplicativo de mensagens, por Kelly San. Leia mais.

Quarta-feira (14)
Em meio a ritmo lento de doses disponíveis, unidades de saúde da Maré criam estratégias para vacinar a população nos territórios, por Kelly San. Leia mais.
Apesar da fila diminuir, número de pessoas que esperam por um leito de UTI ainda é elevado no Rio, por Hélio Euclides. Leia mais.
Artigo: ‘Os 10 meses de proibição de operações policiais’, por Iniciativa Direito à Memória e Justiça. Leia mais.
A cultura da periferia pelo olhar do cinema: ‘Vem pra Baixada’ chega a sua última temporada, por Lucas Cruz, do Site da Baixada. Leia mais.

Quinta-feira (15)
Apenas oito países têm restrições baixas para entradas de brasileiros, por Andressa Cabral Botelho. Leia mais.
Prefeito Eduardo Paes é diagnosticado com covid-19 pela segunda vez, por Andressa Cabral Botelho. Leia mais.
Audiência Pública da ADPF das Favelas vai discutir estratégias de redução da letalidade policial no Rio, por Daniele Moura. Leia mais.
Detran RJ realiza mutirão de serviços no próximo sábado (17), por Andressa Cabral Botelho. Leia mais.

Sexta-feira (16)
Pandemia aumenta os desafios da maternidade, por Kelly San. Leia mais.
Quem cuida de quem cuida? Profissionais da saúde da Maré relatam seu trabalho em meio à pandemia, por Hélio Euclides. Leia mais.
O direito à vida nas favelas é discutido no STF, por Dani Moura. Leia mais.

Andressa Cabral Botelho

Artigos relacionados

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *